Bolsa do Povo: entenda quais os valores e quem pode receber

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

bolsa do povo

Continua depois da publicidade

Já faz muito anos que diversos governantes e políticos tentam solucionar as questões de distribuição de renda no país. Uma delas, instituída no estado de São Paulo, é a chamada Bolsa do Povo.

Criada nesse ano de 2021 e impulsionada principalmente pelas consequências causadas pela pandemia do Coronavírus, a Bolsa do Povo unificou projetos sociais já existentes, além de incluir outros novos.

Se você quer saber mais sobre esse programa e quem tem direito a ele, acompanhe!

Leia também: Bolsa Família vai acabar? Vai permanecer?… veja tudo sobre o auxílio e tire suas dúvidas

O que é o Bolsa do Povo?

Considerado o maior programa de assistência social e transferência de renda do estado de São Paulo, o Bolsa do Povo foi criado em maio de 2021 através da Lei nº 17.372, com o intuito de beneficiar mais de 500 mil pessoas.

O programa foi idealizado pelo governador de São Paulo, João Dória e iniciou suas inscrições em 23 de agosto.

Ele é composto de 7 eixos programáticos, cada um deles é coordenado por secretarias diferentes. Conheça cada um desses eixos e os programas que cada um deles oferece:

Assistência social

  • Ação Jovem: esse programa tem como favorecer a inclusão social de jovens de 15 a 24 anos para famílias que tenha cadastro no CadÚnico e renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa;
  • Renda Cidadã: oferece renda para famílias que estejam em situação de vulnerabilidade pela falta de emprego ou que estão em subempregos, por não terem qualificação profissional ou condições de saúde e moradia, ou ainda para analfabetos, dependentes químicos, entre outros;
  • SP Acolhe: oferece renda para famílias vulneráveis que perderam um membro da família para a Covid-19, podendo ser filhos, cônjuges, pais, entre outros dentro do núcleo familiar;
  • Vale Gás: esse programa oferece auxílio para compra de botijão de gás de cozinha para famílias vulneráveis. O auxílio é de 3 parcelas de R$ 100 cada, pagas a cada bimestre.

Capacitação

  • Bolsa Empreendedor: apoia empreendedores informais que estão em situação de vulnerabilidade através de curso de qualificação, formalização e duas parcelas de bolsa-auxílio de R$ 500 cada;
  • Novotec Expresso: disponibiliza cursos de qualificação profissional para jovens de 14 a 24 anos, matriculados no Ensino Médio na rede estadual paulista, para conectar a educação básica com o mundo do trabalho;
  • Prospera Família: promove capacitação profissional estímulo à geração de renda durante o período de 10 meses. São 4 eixos: Projeto de Vida, Tutoria, Capacitação e Incentivo Financeiro;
  • Via Rápida: oferece capacitação profissional gratuita para quem quer ingressar no mercado de trabalho ou abrir um negócio próprio. Vale para cidadãos acima de 16 anos, desempregados, domiciliados em São Paulo e que sejam alfabetizadas com escolaridade mínima e demais condições necessárias para cada curso. Além disso, ainda oferece uma ajuda de custo durante o curso.

Educação

  • Bolsa Educação: garante vínculo das famílias com as escolas, contratando responsáveis legais dos estudantes da rede pública estadual para apoiar as escolas no acompanhamento dos protocolos sanitários.

Esporte

  • Bolsa Talento Esportivo: oferece apoio financeiro para atletas que representem São Paulo e o Brasil em competições nacionais e internacionais. Vale para atletas de quaisquer modalidades e níveis de desempenho.

Habitação

  • Auxílio Moradia: concede apoio para despesas com moradias provisórias para famílias afetadas por chuvas, intervenções urbanas ou ambientais e que ficam desabrigadas ou desalojadas.

Saúde

  • Acolhe Saúde: beneficia estudantes de baixa renda que estejam desempregados há pelo menos 3 meses, maiores de 18 anos e matriculados em cursos de áreas da saúde ou biológicas. Para isso, deverão dedicar 20 horas semanais em atividades de acolhimento aos usuários do SUS para melhoria do atendimento aos cidadãos.

Trabalho

  • Bolsa Trabalho: proporciona ocupação, qualificação profissional e renda para pessoas em situação de vulnerabilidade social de São Paulo. Inclui uma bolsa-auxílio de R$ 535. Além disso, ainda oferece cursos de qualificação virtual e seguro de acidentes, bem como diversas atividades de trabalho em órgãos públicos.

Quem tem direito ao Bolsa do Povo?

Cada um dos programas citados possui uma classe de idade, condição financeira e de educação. Para isso, cada beneficiário recebe um cartão magnético por onde recebem os valores de iniciativa de transferência de renda, quando é o caso.

As datas de inscrição para cada um dos programas também variam. Para saber as inscrições específicas de cada um, basta acessar o site do Bolsa do Povo: www.bolsadopovo.sp.gov.br.

Como se cadastrar no Bolsa do Povo?

Para se cadastrar no Bolsa do Povo, você também precisa acessar o site www.bolsadopovo.sp.gov.br. No site você pode selecionar o programa que deseja para saber mais detalhes e se inscrever.

Para o Vale Gás, você pode acessar diretamente o site www.valegas.sp.gov.br.

Leia também: Empréstimo Bolsa Família: Como Funciona e Como Fazer?

Se você está precisando de dinheiro, conheça todas as opções do Bom Pra Crédito. Certamente temos algum produto que cabe no seu bolso! Faça já uma simulação de empréstimo pessoal, com garantia ou consignado!

E fique por dentro das novidades sempre aqui no nosso blog!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *