Como economizar com plano de saúde?

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

Continua depois da publicidade

Ter um plano de saúde amplo e que garanta uma boa cobertura é um dos desejos de praticamente todos os brasileiros. Se a família tem filhos menores ou pessoas com doenças que exigem mais cuidados, o desejo vira necessidade. 😰

Em meio a exames e internações particulares caras e cirurgias que podem custar mais de R$ 60 mil, a procura por planos de saúde mais acessíveis é cada vez mais comum.

Mas encontrar o plano de saúde ideal não é muito fácil, visto que muitos possuem diversas restrições e ninguém quer esperar a hora de necessidade para correr atrás do plano, não é mesmo? 

Pensando nisso, preparamos algumas dicas para economizar na contratação de um plano de saúde sem abrir mão da qualidade naquilo que é mais importante para você e sua família: a vida.

É possível economizar na saúde?

Sabemos que, num mundo ideal, a resposta aqui seria NÃO

Contudo, vivemos em um país em que problemas de saúde mais complexos possuem tratamentos extremamente caros e inacessíveis para a maior parte da população. 

A ideia é que você encontre o plano que melhor vá atender às suas necessidades, mas observando com bastante atenção as limitações e abrangência do serviço. Nessa hora, o fator decisivo deve ser sempre a qualidade daquilo que estamos contratando, pois uma economia exagerada pode ter consequências severas na sua qualidade de vida. 🤧

Dito isso, ter um plano com maior cobertura é, por si só, uma economia, tendo em vista que gastos imprevistos por meio de atendimento particular serão centenas ou milhares de vezes mais caros que a mensalidade do plano.

Ainda assim, vale ter atenção extra na hora da contratação para não optar por serviços que você não irá utilizar! 

Como encontrar um plano de saúde que atenda às minhas necessidades?

Faça uma análise financeira

Entender seu momento financeiro é fundamental para não se endividar por questões de saúde. Inicialmente, você precisa ter claro quanto mensalmente você possui para investir no plano. Afinal de contas, a ideia é que você tenha um plano para ajudar você em momentos de necessidade, sem comprometer sua vida financeira, certo? 😬

Como a saúde é um dos pontos mais importantes da vida, muitas vezes fazer alguns cortes com outras coisas menos necessárias pode ser a melhor escolha para fazer uma contratação mais assertiva, e, dessa forma, garantir que você e seus familiares estejam protegidos.

Avalie suas necessidades

É fato que as pessoas possuem necessidades diferentes e isso também é verdade ao buscar um plano de saúde. Fatores como inclusão de dependentes, telemedicina, abrangência da cobertura, entre outros, são muito importantes ao escolher algo tão crítico. 

Veja algumas perguntas que você pode fazer na hora de escolher seu plano:

  • Vou incluir algum dependente no plano?
  • Com qual frequência vou ao médico?
  • Tenho alguma doença ou condição que demanda cuidados especiais?
  • Meus dependentes estão em categorias especiais (crianças, idosos, cardíacos)?
  • Costumo viajar muito a trabalho ou por conta própria?
  • Tenho histórico de algum tipo de doença na família?

Respondendo às perguntas acima, é possível ter uma ideia inicial do tipo de plano que será mais adequado para você.

Fatores que podem baratear o plano de saúde

Alguns planos são totalmente personalizáveis e você pode optar somente por serviços que irá utilizar. 

Certos fatores estão relacionados às perguntas que você respondeu acima. Os planos de abrangência nacional ou internacional, por exemplo, costumam ser mais caros, então caso você não faça muitas viagens, pode optar por um plano regional.

Dessa forma, no caso de uma viagem programada, pode contratar uma cobertura adicional apenas por um determinado período. 🙌

Além disso, planos empresariais costumam ser bem mais baratos, alguns até sem custo com um percentual de coparticipação. E mesmo assim acabam valendo muito a pena em situações em que não é possível contratar um plano pessoal. 

A frequência de uso é outro ponto bem importante na hora de economizar: nos planos ambulatoriais o contratante tem cobertura completa em consultas e exames, porém, o plano acaba ficando bem mais caro. Já nos planos de cobertura hospitalar, o usuário pode utilizar em emergências e terá todo o acompanhamento em momentos de necessidade, são os planos mais baratos e possuem coparticipação no caso de exames e consultas.

Leia também: 4 dicas para economizar ao abastecer seu carro

Pesquisa e compare

Há diversos sites na internet em que é possível comparar planos de saúde de todos os tipos. Ainda assim, definir o que você precisa e fazer cotações atuais com as operadoras é sempre a melhor opção para não acabar tendo surpresas desagradáveis na hora de contratar.

O governo federal oferece um guia com diversas respostas para as principais perguntas a respeito dos planos em seu site oficial. A dica é sempre pesquisar ao máximo e garantir que você faça o melhor negócio possível – a saúde vem sempre em primeiro lugar! 😃

Com essas informações, você já pode começar a pesquisar o plano de saúde ideal para o seu momento e seu bolso!

Continua acompanhando nosso blog para ler mais sobre finanças.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *