A conta de luz vai aumentar, e agora?

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

lâmpada semi-acesa presa a um lustre

Continua depois da publicidade

Com o aumento da tarifa, os brasileiros precisam buscar alternativas para não se endividar

Ao longo da pandemia da Covid-19, boa parte da população passou a trabalhar em casa. Se, por um lado, os gastos com transporte diminuíram, os custos com água e energia elétrica aumentaram.

Você deve estar pensando em como fazer agora que sabe que a conta de luz vai aumentar, certo? Continue lendo esse artigo para descobrir!

Conta-Covid impacta o aumento da conta de luz

A conta-covid do Governo Federal, é regulamentada pela Aneel (Agência Nacional Energia e Eletricidade).

Foi criada como medida para evitar grandes reajustes nas contas de luz do consumidor final ao longo da pandemia, em 2020. 

Através de créditos, essa medida garantiu às distribuidoras os recursos para suprir a perda de receita temporária. E em janeiro de 2021, iniciou-se os pagamentos das primeiras parcelas pelas empresas de luz.

Como as distribuidoras precisam pagar esse empréstimo, os reajustes são repassados para o consumidor final. É por conta do aumento da inflação e do pagamento da Conta-covid que a conta de luz vai aumentar.

mulher sentada a uma mesa preocupada com as contas a pagar

Para aprender mais: Pagar contas online, veja todas que você pode quitar sem sair de casa

Motivo do aumento na conta de luz

Como a gente já disse, os dois principais motivos do aumento da conta de energia elétrica são os seguintes:

  • Aumento da inflação
  • Pagamento da Conta-covid

Vamos te explicar como isso funciona na prática. 

A maioria das distribuidoras de energia relacionam suas receitas ao IGP-M e ao IPCA, que são índices usados para medir a inflação. Elas repassam os reajustes para o consumidor final, que, no caso, somos nós.

Como os índices aumentaram , a conta de luz vai aumentar também. O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), calculado pela Fundação Getulio Vargas – FGV, subiu 1,17% na 2ª prévia de abril, com o IGP-M acumulado em 31,57%.

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), subiu 0,93% em março de 2021. Ficando com o IPCA acumulado em 6,10%.

É tanto cálculo que a gente até fica confuso, certo? Mas, não se preocupe. Nosso objetivo é te ajudar a  organizar seu bolso para que os efeitos desse aumento não prejudiquem sua vida financeira. 

Dicas para negociar descontos na conta de luz

Se você está com dificuldade para pagar as contas, tente negociar esse aumento com a distribuidora de luz. Nesse momento crítico da pandemia, elas estão mais flexíveis, porque não é de interesse das companhias cortar a energia das famílias.

Inclusive, a Aneel proibiu, em março de 2021, o corte da energia elétrica de famílias de baixa renda por falta de pagamento. Então, quando for negociar descontos siga essas dicas:

  • Deixe claro que não vai conseguir pagar a conta por questões financeiras;
  • Mostre que negociação é vantajosa para os dois lados;
  • Negocie os descontos o quanto antes.

Quanto antes negociar, melhor, você tem mais poder de negociação se não estiver com dívidas anteriores. Mas, se já estiver devendo, não se preocupe, uma boa saída é pedir empréstimo pessoal online para sair do vermelho com organização. 

Como pagar as contas

Bem, com a conta de luz mais cara, outros gastos precisam ser revistos! Comece avaliando aqueles que são de menor importância, como canais de televisão e streamings e os gastos essenciais, como energia elétrica e as compras do mercado.

Depois disso, você vai precisar fazer um bom planejamento financeiro. Tente reduzir os gastos de casa como um todo, para focar no que realmente importa.

E o que fazer para não perder o controle com a conta de luz? É só seguir as dicas que trouxemos e focar na economia. Confira:

  • Troque as lâmpadas comuns por lâmpadas de LED: Além de serem mais econômicas, cerca de 70%, elas não esquentam o ambiente!
  • Desligue os aparelhos da tomada: Pode não parecer, mas os aparelhos em stand-by consomem muita energia e isso pesa na conta no fim do mês. Por isso, desligue-os da tomada para economizar.
  • Aproveite a luz do dia: Mantenha as janelas abertas e deixe a luz do sol entrar. Com isso, você reduz os gastos com luz e com a ventilação do ambiente.
  • Escolha aparelhos com o selo PROCEL: Os aparelhos que têm o selo PROCEL (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) têm melhor desempenho quanto ao consumo de energia.
  • Moderar no uso de aparelhos “gastões”:  Existem aparelhos que consomem mais energia dentro da sua casa, como o chuveiro elétrico e máquina de lavar. A nossa dica é tomar banhos mais curtos e juntar as roupas para lavar de uma vez só.

Com essas dicas, com certeza, você vai conseguir diminuir os gastos com a conta de luz. E inclusive pode até aplicar para reduzir o custo das outras contas fixas para não cair nas dívidas.

mulher sentada a uma mesa calculando o valor de suas contas a pagar

Veja também: Aplicativo para pagar contas, tudo o que você deve saber sobre picpay e outros

O que fazer para pagar contas de luz atrasadas?

Caso a sua conta de luz esteja atrasada, não se preocupe! Nós da Bom Pra Crédito oferecemos ótimos empréstimos, com taxas e parcelas que cabem no seu bolso, para te ajudar a alcançar seu objetivo de sair das dívidas.

Além disso, temos um blog recheado de dicas sobre finanças, investimentos e muito mais. Fique de olho no Blog do Bom Pra Crédito para não cair no vermelho novamente!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *