Ideias para empreender com pouco dinheiro: Agora vai dar tudo certo

Larissa Carvalho

| 5 minutos para ler

homem de camisa vinha e óculos encara impressionado a tela de seu celular

Continua depois da publicidade

É possível empreender com pouco dinheiro e nós te damos dica dos 15 negócios mais lucrativos para 2021

Se você começou o ano decidido a trabalhar por conta, mas não tem uma grande quantia para investir em um negócio, nós te damos a solução. É sim possível empreender com pouco dinheiro e existem ideias lucrativas  para todos os gostos e bolsos.

É possível, com pouco dinheiro,  começar sua empresa sozinho. Isso quer dizer que não terá sócios ou funcionários. Por isso que os modelos com esse perfil precisam ser simples e acessíveis.

Para conhecer as 15 melhores opções de negócios lucrativos, além de saber como faz para formalizá-los, confira o conteúdo a seguir.

Ideias para abrir um negócio com pouco dinheiro

Quem quer empreender com pouco dinheiro e precisa de ideias para criar pequenos negócios, o momento é agora. Temos  opções para todas as condições, você saberá desde como abrir um negócio com 500 reais a como empreender com 5 mil reais.

Então se prepare para saber quais os negócios mais lucrativos para 2021 e fazer sucesso no mundo do empreendedorismo.

mulher de moletom azul sorri enquanto está de pé segurando um celular

Para aprender mais: Como empreender no vermelho

1. Loja virtual

O futuro dos negócios está no e-commerce. Isso vale para empresas com produção própria ou revenda de algum produto. Sem precisar gastar com um ponto comercial físico, é possível abrir sua loja com pouco dinheiro e investir boa parte dele nos produtos comercializados.

2. Infoprodutos

Em 2021 os infoprodutos estarão em alta, muito por conta da pandemia de COVID-19 e do consequente isolamento social. Escritores, professores, designers podem vender seu conhecimento por meio de ebooks, consultorias, entre outros.

3. Setor culinário

O ramo alimentício está sempre em vantagem. O mundo dos doces, bolos ou outras refeições sempre gera bons lucros. A ideia é comercializar marmitas, kits de festa e muito mais. É possível economizar montando sua produção em casa e trabalhar com delivery.

4. Produtos personalizados

Os personalizados são as meninas dos olhos de quem é antenado nas tendências. Grandes marcas já fazem tênis e roupas com o nome dos clientes e você também pode apostar nisso. Bordados, serigrafia e pintura são ótimas ferramentas para personalização.

5. Freelancer

O mercado freelancer cresceu com a crise gerada pela COVID-19. Isso porque muitas empresas, para enxugar os gastos, demitiram funcionários e passaram a investir nesse modelo de trabalho. Aqui,  o empreendedor é a sua mão de obra e o produto. 

6.Cursos online

Outra ideia para empreender é vender aulas. Novamente, esse é um mercado em ascensão por causa do isolamento social. Na impossibilidade de fazer cursos e eventos presenciais, as opções online são a melhor saída.

7. Consultoria de marketing

Com o aumento na criação de novas empresas no último ano, consequentemente cresceu o número de empresários que precisam de ajuda para tocar o negócio. Uma boa ideia é oferecer consultoria para os novos empreendedores do mercado.

8. Brechó

Sabe aquela roupa, sapato, item de decoração, livro ou um objeto que não usa mais, mas ainda está em boa condição? É uma boa ideia vender.. Com um pouco de criatividade, é possível deixar seus produtos atrativos e ganhar dinheiro com isso.

9. Personal trainer

Sem poder lotar as academias neste momento, mas com necessidade de se exercitarem, as pessoas estão procurando cada dia mais o trabalho dos personais. Educadores físicos podem investir em propaganda online para vender o seu serviço.

10. Serviços para Pets

Outro ramo que também está em alta e não precisa de muito para investir é o mercado Pet. Ela abrange desde a venda de produtos básicos, como ração e acessórios, até os serviços de cuidador, passeador e hotéis para os bichinhos.

11. Produções artesanais

Muito se fala sobre o futuro ser feito à mão e essa é a tendência. Os trabalhos artesanais no ramo da moda, decoração e produtos para consumo estão em alta. É uma boa oportunidade para investir nesse nicho.

12.  Costuras

O mercado de roupas feitas sob medida está em ascensão e é uma grande aposta para o ano de 2021. Podendo montar sua confecção em casa, você só precisará gastar com o maquinário para dar início ao seu negócio.

13. Fotografia

Fotografia social, de eventos ou produtos também é um ramo que tende a ser mais valorizado. Se você é fotógrafo e tiver um pouco mais de dinheiro, vale a pena investir em boas câmeras fotográficas e equipamentos de apoio para começar a sua empresa no ramo.

14. Cultivo de plantas

A necessidade que 2020 trouxe de ficarmos em quarentena fez com que muitas pessoas investissem em plantas para melhorar a energia do ambiente. Cultivar e vender plantas é um negócio promissor.

15. Produtos naturais e/ou veganos

Isso porque os consumidores estão mais interessados em uma vida saudável, sustentável e com menos exploração animal. Então vale a pena investir na produção de alimentos ou cosméticos com essa característica.

Como empreender com pouco dinheiro

O caminho que precisa ser percorrido para abrir o negócio próprio com pouco dinheiro passa por alguns passos básicos. O que você precisa ter em mente é que o segredo do sucesso não depende apenas de ter mais ou menos dinheiro.

Depende, principalmente, de saber onde e como investir o que tem. Confira as três primeiras coisas que você precisa fazer para empreender com pouco dinheiro.

Faça pesquisa de mercado

Comece pela pesquisa de mercado. É nela que você vai alinhar os modelos de negócio que estão em alta e são lucrativos, com os que consegue tocar sozinho. Isso porque, em um primeiro momento, não será possível pagar funcionários para te ajudar.

Defina seu público alvo

Após escolher em qual negócio investir, é preciso definir qual o seu público alvo. É a partir disso que você saberá quais estratégias traçar para que seus produtos cheguem a quem deve chegar.

Formalize o seu negócio

Um passo muito importante para o seu negócio é a formalização, ou seja, o registro MEI. Ele garante benefícios, como linha de crédito especial, aposentadoria, licença maternidade e muito mais.

É importante que você se informe e saiba como abrir o MEI gratuitamente para garantir essas vantagens. 

mulher sentada ao chão fazendo anotações ao lado de seu computador em cima de uma pilha de livros

Leia também: Reserva de emergência, como montar uma para empreender

Como fazer o cadastro no MEI

Se cadastrar é simples. O processo é todo feito online no Portal do Empreendedor e você pode fazer sozinho e em casa. Mas a primeira coisa que deverá ser feita é o seu cadastro no portal gov.br porque é a partir dele que você fará seu MEI.

Com o cadastro feito e já no Portal do Empreendedor, acesse a opção “Formalize-se” e informe o número do seu título de eleitor. Na sequência, insira seus dados pessoais como CPF, data de nascimento, nome empresarial, entre outras coisas pedidas.

No campo “Atividades”, é preciso definir qual a ocupação profissional vai exercer. Isso serve tanto a principal, quanto as secundárias. Informe o endereço comercial. Após isso, leia e concorde com as “declarações de desimpedimento”

Pronto! Seu cadastro MEI já foi feito e você já pode abrir empresa e começar a empreender.

Agora que você já sabe como empreender com pouco dinheiro e tem várias opções, chegou a sua hora de pedir empréstimo para abrir empresa. Acesse o site da Bom Pra Crédito e confira as opções com as melhores taxas que temos. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *