Entenda como negociar tarifas bancárias e economizar

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

negociar tarifas bancárias

Continua depois da publicidade

Você sabe como negociar tarifas bancárias? Muitas vezes os bancos parecem ser meio inflexíveis, mas saiba que existem diversas tarifas que você pode optar por não pagar!

Normalmente quando abrimos contas nos bancos, elas já vêm com um pacote cheio de tarifas e taxas e conseguir reduzi-las pode até não fazer muita diferença no mês, mas no montante geral de um ano, você vai conseguir ver a diferença!

Por conta disso, hoje vamos te mostrar como negociar tarifas bancárias e economizar, confira!

Leia mais: Tarifas bancárias: dá para se livrar delas?

Como saber quais as tarifas que você paga?

Primeiramente, é importante você entender bem o seu extrato, saber o que está incluso no seu plano e quanto você paga mensalmente por ele.

Os bancos tradicionais costumam incluir serviços essenciais como saques e extratos nos seus pacotes. Já os bancos digitais, a grande maioria não cobra pacote, mas cobra quando você for sacar em um caixa 24 horas, por exemplo.

Depois de saber o que você tem direito, saiba exatamente quanto seu banco cobra de tarifa para cada atividade. Você deve encontrar essas informações no site do Banco, afinal eles são obrigados pelo Banco Central a informar tudo isso.

Além disso, a Febran – Federação Brasileira de Bancos também tem no seu site os valores de tarifas dos principais bancos, é só conferir.

Afinal, vale a pena ter pacote de serviços?

Como a gente falou, a maioria dos bancos tradicionais possuem os chamados pacotes de serviços.

Porém, o Banco Central tem por determinação, um pacote de serviços essenciais para os bancos onde eles não podem cobrar. Ele deve incluir alguns seguintes serviços, como: 4 saques, 2 transferências, 2 extratos, 10 folhas de cheques, entre outros.

É importante ressaltar que a cobrança do pacote de serviços só pode ser feita quando o cliente tem dinheiro na conta. Se por acaso não tiver quando for depositado, a cobrança será feita de forma retroativa. Isso acontece para que não seja tirado recurso do limite do cliente.

No entanto, deixamos uma dica: só vale a pena ter um pacote de serviços se você somar uma por uma todas as tarifas incluídas e a soma for menor que o valor que você paga individualmente. Por isso é tão importante saber qual o valor das tarifas do seu banco.

Por exemplo: se você paga R$ 5 para cada vez que saca dinheiro e utiliza esse recurso 5 vezes por mês, no total você vai gastar R$ 25. Então se o seu pacote for R$ 20 e deixa você sacar quantas vezes quiser, vale a pena! Ficou claro?

Como negociar tarifas bancárias?

Existem algumas maneiras que podem fazer você economizar com as tarifas, antes mesmo de ter que negociá-las.

A primeira atitude é ter o menor número possível de contas bancárias. Pode parecer óbvio, mas tem gente que tem uma conta para o salário, outra pra poupança, outra porque o marido ou a esposa tem conta no mesmo banco e por aí vai… Só que, quanto mais contas, mais tarifas você paga!

O ideal hoje em dia, é ter conta em banco digital que não cobra pacote nenhum nem taxa de manutenção, mas a gente entende que existem certos serviços que os bancos tradicionais ainda valem a pena, como quem usa cheque ou gosta de sacar dinheiro em espécie.

Outra maneira de economizar é tentar fazer o máximo de transações possíveis dentro dos aplicativos ou sites dos bancos. Esse tipo de serviço não costuma ser cobrado e você tem acesso constante a todas as movimentações bancárias.

Usar mais o cartão de débito que o dinheiro também é uma alternativa válida já que você não paga nenhuma tarifa para usar e não precisa ficar andando com dinheiro na carteira.

Débito automático também é uma ótima alternativa para quem não quer pagar tarifas, assim você tem mais uma opção de pagamento sem ter que sacar nada da sua conta (e pagar por isso!)

Maneiras de negociar suas tarifas bancárias

Outra dica que acabamos não falando no início: além de saber exatamente os serviços e tarifas que você paga, você sabe o que você precisa utilizar no seu banco?

Afinal, você é daquelas pessoas que nunca anda com dinheiro no bolso mas paga um pacote que pode fazer 5 saques por mês… faz sentido? 🤨 Então avalie bem todos os serviços que você realmente precisa!

Mas se você quer manter seu pacote mas decidiu que quer negociar as tarifas bancárias, você tem algumas opções interessantes. São elas:

  • Optar pelo pacote essencial de serviços: como mencionamos, todos os bancos oferecem esse pacote e ele é gratuito. Além disso, eles ainda têm outros tipos de pacotes básicos, normalmente mais em conta;
  • Conta-salário: é uma conta específica para receber o pagamento e não pode realizar depósito mas pode usar cartão de débito. Normalmente não possui pacote de serviços;
  • Banco digital: como também dissemos, o banco digital é uma alternativa para você que está cansado de negociar tarifas bancárias e quer dar um adeus a elas. Tudo é feito de forma online, com praticidade e evitando gastos;
  • Avalia as tarifas de outros bancos: sempre existe a possibilidade de fazer portabilidade para outros bancos que oferecem melhores tarifas. Fique de olho e faça a comparação para não ficar pagando a toa!

Leia também: Banco digital é uma boa ideia? Descubra se você deve ou não abrir uma conta

Está precisando de dinheiro na hora? Aqui no Bom Pra Crédito você tem!

Fique por dentro de todos os assuntos relacionados à finanças aqui no nosso blog.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *