Vale Gás: entenda quem tem direito e como funciona

Larissa Carvalho

| 2 minutos para ler

vale-gas

Continua depois da publicidade

A alta da inflação atinge segmentos muito importantes na vida dos brasileiros. E seguindo os aumentos, o preço do gás de cozinha não ficou para trás. 

Com isso, o Governo Federal criou um programa como resposta a este aumento, chamado de Vale Gás.

O programa batizado de Auxílio Gás dos Brasileiros possui canais de atendimento disponibilizados pela Caixa Econômica Federal. 

Além disso, depois de receber recursos do Ministério da Cidadania, a instituição também fica responsável pelo pagamento do valor aos cidadãos selecionados.

Separamos informações interessantes para solucionar possíveis dúvidas sobre o programa Vale Gás. Veja a seguir!

O que é Vale Gás?

De forma resumida, é um programa voltado para famílias de baixa renda que serve de auxílio para compra do gás de cozinha que vem sofrendo aumentos constantes e chegou a uma alta de quase 30%.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) faz o levantamento do aumento e do valor atualizado do botijão de 13kg de gás liquefeito de petróleo (GLP) – o chamado gás de cozinha –  e o valor do Vale Gás corresponde a 50% da média do preço.

Tenho direito ao Vale Gás do Governo Federal?

Para ter direito ao Vale Gás a família precisa estar inscrita no Cadastro Único e deve apresentar renda per capita menor ou igual a um salário mínimo, atualmente R$ 1.212. 

Caso a família tenha pelo menos um integrante que receba o Benefício de Prestação Continuada da assistência social (BPC), também terá direito. 

Vale ressaltar que não existe inscrição para participar do programa e receber o Auxílio Gás. Sendo assim, existem critérios estabelecidos por leis do programa e as famílias são selecionadas pelo Ministério da Cidadania.

Como fazer para receber o auxílio gás?

Para receber o Vale Gás a família deve estar dentro dos critérios estabelecidos em lei, além de estar inscrita no Cadastro Único. O auxílio será disponibilizado de forma automática na conta do programa social.

É importante saber que a inscrição no Cadastro Único não garante a entrada imediata das famílias no programa ou no recebimento do benefício. No entanto, é obrigatório fazer o cadastramento. 

O pagamento do auxílio-gás é realizado a cada dois meses e segue o calendário do Auxílio Brasil. Ou seja, recebe antes quem tem o número menor. O calendário usa o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) como ordem de pagamento.

Como acessar o valor do Vale Gás?

A movimentação do valor creditado na conta do programa social deverá ser feita por meio das redes lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou os terminais de autoatendimento da Caixa Econômica Federal.

Como consultar o Vale Gás?

A situação do benefício pode ser consultada por meio da utilização dos aplicativos Auxílio Brasil ou Caixa Tem. Além disso, pelo Atendimento CAIXA através do telefone 111. 

Como se cadastrar no vale-gás?

Não existe cadastramento específico para o programa Vale Gás. Neste caso, a seleção das famílias terá como base as pessoas inscritas no Cadastro Único e no Benefício de Prestação Continuada (BPC), que devem seguir os critérios mencionados no post.

Como saber se tenho direito ao vale-gás?

Caso o usuário já esteja cadastrado no CadÚnico e tenha acesso aos aplicativos do Auxílio Brasil e do Caixa Tem, o beneficiário receberá notificação sobre a situação e aprovação no programa.

Com essas informações, é possível ter ideia se você ou alguém conhecido pode fazer parte do programa Vale Gás! Continue acompanhando nosso blog para maiores detalhes sobre o mercado financeiro e programas como este!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *