Vender fiado, veja os riscos que seu empreendimento corre com esta atitude

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

imagem de corpo de homem usando camisa marrom abrindo sua carteira e coletando poucas moedas

Resumo da matéria

  • O que é vender fiado?
  • Existem vantagens em vender fiado? Entenda se vender fiado compensa!
  • Os riscos de vender fiado e como evitá-los
  • O que fazer quando um cliente não quer pagar?
  • O que fazer para não vender fiado?

Continua depois da publicidade

Por um lado, o fiado é uma forma de fidelizar alguns clientes; por outro, esta prática pode representar riscos à saúde financeira do seu negócio

Todo mundo sabe que manter uma clientela fiel é um dos caminhos de sucesso dos negócios locais. Para isso, alguns empreendedores acabam cedendo para uma prática polêmica: vender fiado.

Ao mesmo tempo em que isso garante que os clientes se sintam à vontade para voltar a fazer compras naquele local, a dúvida a respeito do pagamento sempre surge.

Por isso, o consenso geral é de que vender fiado é algo arriscado, pois a base de clientes até pode aumentar, mas o risco do calote também.

O que é vender fiado?

Primeiro, vamos entender que fiado é uma maneira de vender a prazo, mas de maneira informal e, muitas vezes, sem um prazo definido e uma periodicidade de pagamentos para a quitação dessa dívida com o comerciante. 

Essa modalidade de venda é muito comum especialmente em pequenos comércios, pois são nesses lugares que o proprietário tem um certo grau de amizade e intimidade com seus clientes. Desse modo, para vender fiado, é importante ter a confiança mútua.

Uma tendência com o surgimento de uma série de novos meios de pagamentos, essa modalidade vem sumindo aos poucos.

Afinal, a tecnologia chegou a todos os lugares e o cartão de crédito é, atualmente, a principal moeda e a de acesso mais fácil para a população.

homem de camisa rosa e avental passa cartão em máquina dentro de caixa de bar

Pode interessar: Franquias lucrativas. Confira as mais famosas do Brasil

Existem vantagens em vender fiado? Entenda se vender fiado compensa!

Quem tem comércio sabe o quanto é necessário manter um relacionamento positivo com os clientes, afinal, é isso que fará com que eles voltem.

Por isso, muitas vezes é difícil para o lojista decidir se deve ou não vender fiado, pois este é um fator que afeta a decisão de compra do consumidor.

  • É um fator que torna mais difícil o lojista perca uma venda;
  • É uma maneira de fidelizar clientes para que eles voltem a comprar na loja;
  • É um método de manter clientes antigos que já estão acostumados a esta modalidade de compra.

Então quer dizer que vender fiado sempre será vantajoso para o lojista? Muito pelo contrário!

Os riscos de vender fiado e como evitá-los

Para saber se o lojista deve ou não vender fiado é preciso analisar os riscos que isso pode trazer ao seu negócio. Acompanhe:

  • O primeiro deles (e talvez o mais importante) é o cliente simplesmente não pagar a dívida, deixando a loja no prejuízo;
  • Ficar sem o pagamento e sem a mercadoria, no caso de negócios que comercializam produtos perecíveis ou de bens de consumo (sacolões, mercados de bairro e pequenas mercearias, por exemplo);
  • Atrasos e imprevistos sempre podem acontecer e o cliente pode acabar não priorizando o pagamento da sua loja na hora de pagar as contas. Aí existe todo aquele desgaste de – literalmente – correr atrás prejuízo e cobrá-lo, o que pode também prejudicar e desgastar essa relação;
  • Vender fiado também prejudica a organização financeira do negócio. Afinal, gerir um negócio é custoso, pois existem contas a pagar, salário de funcionários, estoque para manter, etc.;
  • Se você, lojista, conta com um pagamento futuro e gasta dinheiro que ainda não recebeu para pagar as contas necessárias para manter a loja funcionando, o livro caixa pode ficar bagunçado, dificultando a gestão financeira e abrindo mais oportunidade para prejuízos.

O que fazer quando um cliente não quer pagar?

A melhor opção é sempre tentar resolver o problema de maneira amigável. Então, vale a pena seguir as dicas abaixo:

  • Envie lembretes;
  • Sugira um plano de pagamentos;
  • Esteja aberto a negociações;
  • Conheça os limites da cobrança;
  • Estimule compras à vista;
  • Anote o comportamento.

imagem aproximada de uma mulher realizando um pagamento com cartão de crédito em uma máquina

Confira: Como montar um orçamento, controle seus gastos mês a mês com estas 09 dicas

O que fazer para não vender fiado?

Já ficou claro que vender fiado não é algo vantajoso, então, agora é a hora de aprender como não vender mais .

É claro que esse é um processo que pode levar tempo e ser difícil, então, um dos passos mais importantes é fazer os clientes entenderem que a confiança entre eles e o lojista ainda existe, mas que é preciso gerir seu negócio de uma maneira financeiramente responsável e profissional.

Para ajudar, o Bom pra Crédito reuniu algumas dicas de gestão. Confira:

Aceite cartões

Aceitar cartões é um passo essencial para que o cliente não desista de realizar a compra, afinal, pode ser que ele, de fato, não tenha o dinheiro em mãos ou ainda não tenha recebido seu salário do mês.

Porém, se ele puder pagar a conta com cartão de crédito, não vai deixar de fazê-la. Tenha certeza que a organização financeira vai garantir que você receba pela compra que realizou.

Para isso, além de ser importante ter maquininhas de cartões que aceitam diferentes bandeiras, também é preciso anunciar que você as aceita. Para isso, coloque placas ou adesivos que alertem os clientes da loja.

Além da possibilidade de realizar vendas dos cartões de crédito à vista, também vale a pena oferecer a opção de compras parceladas. A grosso modo, essa é uma maneira do cliente comprar parcelado, diluindo o pagamento ao longo dos meses. Também vale a pena utilizar e oferecer a possibilidade de utilizar aplicativos de pagamento, além, é claro, de cartões de débito.

Ofereça descontos

Oferecer descontos para pagamentos realizados à vista, tanto em dinheiro, quanto no crédito e no débito.

Essa pode ser uma ótima e inovadora maneira de fidelizar seus clientes, sem ter que passar pela situação desconfortável de vender fiado.

Lembre-se sempre que o cliente vai sempre apreciar o desconto, por mais que ele não seja tão grande assim, então, desta forma, você garante a venda e não corre o risco de ficar sem receber o seu dinheiro.

Diga que não aceita mais vender fiado

Os clientes vão perguntar sobre a loja vender fiado ou não e é importante que você saiba dizer não.

Coloque placas avisando, ofereça diferentes formas de pagamento e lembre-se que essa decisão é para preservar a saúde financeira de seu negócio e os clientes vão entender.

Ah, e se você chegou aqui procurando um empréstimo pessoal, saiba que está no lugar certo! O Bom Pra Crédito pode te ajudar com isso também!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *