Como financiar um imóvel, tudo o que você deve saber

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

mulher mexendo no computador sentada no chão próxima a uma mesa

Continua depois da publicidade

Se você deseja sair do aluguel e realizar o sonho da casa ou apartamento próprios, mas não sabe por onde começar, temos um guia prático com todas as informações

Para muitos brasileiros, o sonho de adquirir a casa própria tem se tornado realidade graças às possibilidades de financiamento disponíveis no mercado. Mas, na hora de tornar esse desejo realidade, muitos não sabem como financiar um imóvel e sair do aluguel.

Pensando nisso, preparamos um guia com as principais informações para que você, que ainda não sabe como começar a financiar o seu imóvel, possa tirar suas dúvidas. Confira a seguir tudo sobre os tipos de financiamento, valor mínimo de entrada e muito mais!

Financiamento Imobiliário no Brasil

Segundo a ABECIP (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), o ano de 2021 já começou com um crescimento importante no setor de financiamento imobiliário, atingindo R$18,35 bilhões de reais, o maior valor mensal desde 1994.

Esses dados indicam que o número de pessoas procurando esse tipo de recurso para ajudar na compra de imóveis tem aumentado. O Programa Casa Verde Amarela é uma das ferramentas que contribuem para isso, auxiliando, principalmente, pessoas com baixa renda.

Existe mais do que uma forma de adquirir esses subsídios, de modo que você pode escolher a que melhor se ajusta a sua realidade. Agora nós vamos te ajudar a saber como funciona o financiamento de imóvel.

Quem pode financiar um imóvel

Os critérios para o financiamento de imóveis no Brasil dizem que qualquer cidadão maior de 18 anos que não esteja com o nome negativado e que possua renda pode fazer um financiamento. Mas existem outros requisitos que também são importantes, será avaliado:

  • Se você pode arcar com o valor da entrada;
  • Se a sua renda é compatível com as parcelas e não comprometem o seu orçamento;
  • Se os documentos pedidos estão regulares;

Seguindo essas condições, você pode solicitar uma avaliação de financiamento. É importante lembrar que mesmo preenchendo cada um desses requisitos, a instituição financeira responsável vai avaliar o seu caso e decidir se libera ou não o financiamento.

Quais imóveis podem ser financiados?

Podem ser financiados imóveis novos ou usados, residenciais ou comerciais, desde que estejam em boas condições e sua documentação esteja regularizada. Também podem ser financiados terrenos ou imóveis ainda na planta.

Para se certificar que o imóvel escolhido atende aos critérios, além da avaliação da documentação, a instituição bancária também pode fazer uma vistoria na estrutura do prédio. Caso seja considerado inadequado, o imóvel não poderá ser financiado.

imagem ampliada de mulher sentada à mesa mexendo no computador

Veja também:  Reajuste de aluguel, quais são as leis e tudo o que você precisa saber para economizar

Tipos de financiamento

Para descobrir como financiar um imóvel, é importante saber que o Banco Central indica duas modalidades de financiamento: Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e o Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI). 

  • Sistema Financeiro de Habitação (SFH): os critérios estabelecem que podem ser financiados imóveis com valor total máximo de R$1,5 milhões de reais e com juros máximo de 12% ao ano.
  • Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI): não há critérios pré determinados, podendo haver livre negociação entre o cliente e a instituição que vai financiar, podendo aumentar as taxas de juros de financiamento de imóvel. 

É possível utilizar o FGTS para financiamento do tipo SFH, se a renda familiar não ultrapassar R$7 mil reais mensais, no caso de programas de habitação popular. Você também pode calcular o valor da parcela de um financiamento e simular quanto pagar por mês.

Documentos necessários

Na hora de solicitar a avaliação pelo banco ou outra instituição de crédito será necessário apresentar alguns documentos para comprovar que a pessoa pode pagar o bem que deseja adquirir. Listamos para você os mais comuns.

Pessoais

  • RG;
  • CPF;
  • Certidão de estado civil;

Financeiros

  • Comprovante de renda;
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos relativos a Tributos Federais ou Certidão Conjunta Positiva com Efeito de Negativa;
  • Certidão de Dívida Ativa da União;

Lembre-se que você deverá levar os originais de cada documento e também cópias. Os comprovantes de renda servem para demonstrar que o comprador não tem a renda excessivamente comprometida. Você sabe quais documentos podem comprovar renda?

Como você pode comprovar sua renda

Existem algumas formas de comprovar renda. Caso você não tenha como comprovar por meio de contracheques, não se preocupe, é possível fazer isso de outras formas.

Desse modo, tanto quem tem carteira assinada, quanto um trabalhador autônomo podem demonstrar que sua renda é suficiente para que o banco confie na sua capacidade de saldar as parcelas.  

Qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel

Por se tratar de uma transação mediada por uma instituição financeira, é preciso que quem vai comprar o imóvel ofereça um valor como entrada. Nenhuma instituição financia o valor completo do imóvel, pois ofereceria um grande risco para ela.

O valor da entrada deve representar, no mínimo, 10% do valor total do imóvel e o restante será financiado. Mas essa porcentagem pode ser maior de acordo com os critérios próprios de cada banco. Por isso você deve estar preparado para essas variações. Você agora já sabe como financiar um imóvel.

Está pronto para dar o grande passo para tornar real o sonho da casa própria? Para ficar sempre por dentro das novidades sobre o assunto acesse o nosso blog e não perca nossas dicas!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *