CPF suspenso: Tudo o que você precisa saber para regulamentar a sua situação

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

imagem ampliada de homem de camisa assinando um documento

Continua depois da publicidade

O CPF suspenso pode trazer complicações para a sua vida, por isso deve ser regularizado o mais rápido possível 

Os documentos são essenciais na nossa vida, portanto, irregularidades devem ser resolvidas o mais rápido possível. No caso do CPF suspenso, por exemplo, ele deve ser normalizado rapidamente, já que sua suspensão pode acarretar diversos problemas.

Entenda tudo sobre o CPF suspenso e o que é necessário para regulamentar essa situação. O objetivo deste artigo é te mostrar exatamente quais são os caminhos para evitar maiores dores de cabeça.

imagem de um par de óculos, uma folha e uma caneta em cima de uma mesa

Para aprender mais: Como movimentar o CPF: seu Score nas alturas

Como saber se o CPF está suspenso

O CPF suspenso significa que, na Receita Federal, os seus dados estão incompletos ou incorretos. A sua situação cadastral pode ser determinada de acordo com 5 situações:

  • Regular: Essa condição diz respeito ao CPF que não possui pendências em seu cadastro. É importante lembrar que a situação cadastral tem relação com a situação fiscal.
  • Pendente de regularização: Essa condição aparece quando o contribuinte não entrega uma Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF). 
  • Suspensa: Quando aparece CPF suspenso na pesquisa da sua situação cadastral, significa que os dados da pessoa física estão incorretos ou incompletos.
  • Cancelada: O CPF pode ser cancelado por decisão administrativa, judicial ou por falecimento do contribuinte. 
  • Nula: Ter a situação do seu documento nula significa que foi constatada alguma fraude na inscrição.

A consulta da sua situação cadastral pode ser feita pelo próprio site da Receita Federal. A pesquisa da condição do seu CPF é muito prática e totalmente gratuita, basta colocar o número do documento e a sua data de nascimento.

Consequências de ter o CPF suspenso

Com o CPF suspenso, é quase impossível seguir com uma vida normal. Por exemplo, as instituições financeiras têm uma regra para excluírem da base de clientes todos aqueles que estiverem com alguma irregularidade no documento.

As pessoas que estão nessa situação são impedidas de fazerem diversas atividades. Coisas que são consideradas normais e, em alguns casos, essenciais, não podem ser realizadas, como financiamento e iniciar em  um novo emprego.

Receber prêmio de loteria, tirar passaporte, comprar ou vender imóveis também são consequências dessa condição. Pode ser que você também tenha problemas para receber aposentadoria, receber notas fiscais ou abrir conta corrente ou poupança.

Há outras situações que também podem causar muita dor de cabeça, como ter a conta encerrada pelo banco e não ter direito ao auxílio emergencial, por exemplo. Por isso, regularizar o documento deve ser uma prioridade. 

Como regularizar o CPF suspenso

Para regularizar  a situação do Cadastro de Pessoa Física, é necessário pedir a regularização junto ao site da Receita Federal. Isso serve tanto para o contribuinte maior de idade, quanto para o representante legal, no caso de um menor.

Esse pedido só poderá ser realizado se o contribuinte tiver entregue as declarações do imposto de renda nos últimos 5 anos.  

Para pessoas que estão no exterior, também é possível regularizar o CPF, basta entrar em contato com o número +55 11 3003-0146. Neste caso, a única cobrança será o valor da tarifa telefônica por causa da chamada internacional.

Pedindo a regularização do CPF

Entender como regularizar CPF pela internet é muito fácil. Em apenas 5 passos, é possível fazer o pedido para normalizar a situação do documento. Entenda como:

1. Acesse o site da Receita Federal, clique no menu da página e selecione a aba “Serviços”.

2. Na coluna que aparecerá ao lado do menu, procure a aba com o nome “Cadastros” e depois clique em “CPF”.

3. No tópico “Atendimento Virtual”, na linha C, clique em “Regularizar Cadastro no CPF”.

4. Depois de clicar no link, você será redirecionado para uma página com um formulário. Preencha-o com seus dados. 

5. Assim que finalizar, basta clicar em “Enviar”. 

imagem ampliada de duas pessoas sentadas a uma mesa em frente a um computador analisando dados

Leia também: Imposto de renda: como consultar lote de restituição

Tempo que leva para regularizar o CPF suspenso

É possível acompanhar, via internet, a situação do pedido de regularização. Caso o serviço seja feito em cartórios, você receberá login/senha para avaliar a situação pelo site www.registrocivil.org.br.

Dependendo do caso, será preciso ir até uma unidade de atendimento da Receita Federal. Isso é informado no momento da solicitação. O prazo para comparecimento é de 90 dias e o pedido pode ser cancelado caso você não compareça.

A partir de tudo o que foi dito neste artigo, é garantido que você saiba exatamente o que fazer para regularizar o CPF suspenso. Siga os passos que te ensinamos e evite complicações! 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *