Tinder dos Empréstimos. O melhor Match do seu empréstimo está no Bom pra Crédito

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

Homem diante do notebook com semblante feliz.

Continua depois da publicidade

Em entrevista para o portal Educando seu Bolso, Felipe Lemos, co-fundador do BPC, falou sobre o papel da fintech de democratizar o acesso ao crédito no mercado brasileiro

O Bom Pra Crédito tem revolucionado o mercado financeiro nos últimos 10 anos, oferecendo serviços financeiros por meio de plataformas digitais, democratizando, assim, o setor.

Em entrevista para o portal Educando seu Bolso, Felipe Lemos, co-fundador do BPC, falou sobre o trabalho do marketplace de empréstimos no mercado brasileiro e deu dicas para aqueles que estão em busca de um empréstimo.

Confira a seguir os principais destaques da entrevista:

Bom Pra Crédito: marketplace de empréstimos

Calculadora sobre papel com símbolo de porcentagem.

Felipe destacou a atuação do Bom Pra Crédito no mercado brasileiro, a maior plataforma de marketplace do Brasil e uma das primeiras a oferecer crédito no país.

De acordo com o executivo de crédito, fundado em 2013, o BPC veio para democratizar o acesso ao crédito. E tudo isso de forma 100% digital e gratuita.

A plataforma é integrada a mais de 30 financeiras, bancos e fintechs que oferecem diferentes formas de empréstimo, com taxas e prazos de acordo com o perfil de cada cliente.  

Além disso, ter acesso o BPC é muito fácil e seguro. É só se cadastrar no site e preencher algumas informações que irão compor seu perfil.

Feito isso, é possível avaliar, em uma mesma página, as diferentes modalidades de crédito aprovadas para você. Segundo Felipe, o BPC trabalha com produtos de empréstimo com ou sem garantia.

Escolhido o empréstimo, é hora de providenciar a documentação, que inclui foto, identidade e comprovante de residência.

Leia também: Comprovante de Residência: O que é e o que pode ser usado?

Felipe também destacou a rapidez com que o BPC trabalha com as instituições da plataforma, já que com a aprovação, o empréstimo cai na conta corrente do cliente no mesmo dia, se a operação tiver sido feita em horário comercial, ou em até um dia útil.  

Papel das fintechs no mercado de empréstimo brasileiro

Durante a entrevista, Felipe ainda apontou o papel das fintechs no mercado de empréstimo brasileiro.

Segundo o executivo de crédito, 5% do volume de crédito concedido no Brasil é fornecido pelas fintechs, que têm crescido de forma exponencial. Ele acredita que de 2 a 3 anos, as fintechs serão responsáveis por um terço do volume de empréstimos no país.

Isso porque, essas empresas têm uma proposta diferente das grandes instituições financeiras, que é a de atender os desbancarizados, proporcionando uma maior inclusão no setor.

Mas, qual é o momento de pedir um empréstimo?

Mão sobre calculadora e agenda

O co-fundador do BPC falou também sobre a decisão de pedir um empréstimo. Para ele, ela é a mesma quando se compra um tênis ou uma passagem área.

Ao comprar um produto ou adquirir um serviço, o cliente sabe que existe um preço e que aquele valor deve ser pago. Felipe menciona que para o crédito é a mesma coisa. Porém, o preço a ser pago está no valor das parcelas.

Além disso, o executivo de crédito também fala  da necessidade de se fazer as seguintes perguntas:

·        Qual a sua motivação para um empréstimo?

·        Qual o valor que eu preciso pegar?

·        Como e quanto eu posso pagar por esse empréstimo?

Ele destacou a importância da organização financeira para que o empréstimo seja pago no prazo estabelecido, evitando que o tomador caia na inadimplência.

Para ele, também é fundamental pesquisar e buscar as melhores taxas de juros e parcelas que cabem no bolso do consumidor, assim como é feito na compra de um produto ou contratação de serviços.

Empréstimo para negativados

O executivo de crédito ainda falou sobre o mercado de crédito para os negativados.

Segundo ele, o mais importante para quem está inadimplente é reorganizar as finanças, buscar os credores e negociar a dívida.

Leia também: O crédito pode ser negado porque já tive o nome sujo?

Felipe afirmou que se a pessoa deseja um empréstimo para quitar uma dívida, é possível colocar um bem como garantia, possibilitando um prazo maior de pagamento e melhores condições.

Além disso, ele ainda destacou a importância de usar o empréstimo para pagar a dívida e depois se reorganizar financeiramente para quitar e sair da inadimplência.

Empréstimo na pandemia

A pandemia tornou o acesso ao crédito mais difícil, segundo Felipe. Porém, o co-fundador do BPC falou sobre a importância do cadastro positivo no segundo trimestre de 2020 para reverter os números.

Para ele, o cadastro positivo aumentou a aprovação de crédito no final do ano passado. Por meio da plataforma, a oferta de crédito alcançou entre 70% e 100% de melhora.

Felipe também acredita que o open banking irá facilitar ainda mais a aprovação de crédito com taxas mais justas.

O open banking, segundo o executivo, também vai ajudar os profissionais autônomos na hora de pedir um empréstimo.

Ele ainda destacou que, atualmente, quem trabalha por conta não precisa mais comprovar renda em algumas modalidades de crédito.

A movimentação da conta corrente é amplamente aceita e usada como base de análise de crédito para o tomador.

Para fechar a entrevista com chave de ouro, a dica final de Felipe para aqueles que querem um empréstimo é a de que a informação é a base de um bom crédito.Por meio do Bom Pra Crédito, é possível analisar as diferentes modalidades de empréstimo pessoal de acordo com seu perfil e escolher aquela que cabe no seu bolso.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *