Banco tradicional x banco digital: entenda as diferenças!

Fabiana Veloso Vizoni

| 4 minutos para ler

banco tradicional x banco digital

Continua depois da publicidade

Cada dia conhecemos novas opções de bancos digitais surgindo no mercado. Todos oferecendo vantagens sobre os bancos tradicionais. Mas nessa disputa entre banco tradicional x banco digital, quem é que sai ganhando?

Existem muitas dúvidas sobre o que os novos bancos digitais oferecem, bem como qual é a melhor opção na hora de abrir uma conta corrente.

Por isso, vamos te mostrar as principais diferenças (e similaridades) dos bancos digitais em relação aos tradicionais. Acompanhe!

Leia também: Banco digital é uma boa ideia? Descubra se você deve ou não abrir uma conta

O que é um banco digital

Banco digital é aquele que funciona de maneira totalmente online. Ou seja, ele não tem uma estrutura física como uma agência, por exemplo.

Por conta dessa falta de estrutura, os bancos digitais costumam ter serviços mais baratos, ou até isenção de taxas sobre eles. Isso quer dizer que o cliente se beneficia dessa redução de custos.

No banco digital você tem controle da sua conta corrente através de aplicativos de celular onde todas as operações são feitas de maneira online. Mesmo que os bancos tradicionais possuam essas ferramentas, ainda não significa que eles sejam digitais, mas sim, digitalizados.

Sendo assim, o banco digital já nasceu no meio online e não foi apenas migrado para ele.

Além disso, o banco digital, assim como o tradicional, também é fiscalizado pelo Banco Central e, segundo a Resolução nº 4658, eles precisam ter uma política de segurança cibernética para proteger os clientes, o que faz com que sejam totalmente seguros.

Banco tradicional x banco digital

Existem algumas diferenças principais, bem como vantagens e desvantagens de cada um dos modelos de banco. Conheça alguma delas:

Como abrir sua conta

Essa é a primeira diferença entre os bancos tradicionais e os digitais.

Por mais que já existam diversos bancos tradicionais que fazem todas as suas operações de maneira online, a maioria ainda possui uma boa quantidade de exigências burocráticas para a abertura de conta.

No banco tradicional, você precisa ir até o banco com muitas comprovações como as de residência ou renda. Já no banco digital, você abre sua conta diretamente pelo app, muitas vezes sem nem precisar de comprovação nenhuma.

Basta baixar o aplicativo, preencher o cadastro digital, enviar uma foto sua e do seus documentos. A validação é feita de forma online e, muitas vezes, sua conta é aberta em questão de minutos.

Quantidade de serviços

A grande maioria dos bancos digitais oferecem os mesmos serviços dos bancos tradicionais. Porém, no banco digital, o cliente costuma ter um controle maior sobre suas operações, pois está sempre em contato com o app do seu celular.

Esses apps costumam ser intuitivos e de fácil utilização, onde o cliente consegue realizar as operações necessárias de maneira rápida e fácil.

O atendimento também costuma ser o diferencial. Muitos bancos digitais têm como grande vantagem o tipo de atendimento que oferecem pelo chat, mesmo não sendo presenciais.

No entanto, alguns clientes de bancos digitais acabam ainda sentindo falta do atendimento presencial. Afinal, ainda são muitas as pessoas que não gostam de resolver tudo de forma online e preferem o bom e velho calor humano! 🥰

Além disso, o saque de dinheiro também acaba ficando mais difícil com a falta de agências físicas.

Solidez e tradição

Não adianta, ainda tem muita gente que acha que o mais antigo e tradicional é a melhor opção. Afinal, os bancos digitais são empresas relativamente novas, sem tradição alguma no mercado.

A maioria dos bancos digitais surgiram de fintechs, ou seja, instituições financeiras tecnológicas muito menores que os grandes bancos. Isso faz com que não pareçam muito “confiáveis”.

Por conta disso, os bancos digitais acabam oferecendo produtos mais atrativos para seus clientes, com juros maiores nas aplicações, além de terem garantia do Fundo Garantidor de Crédito, o FGC, em alguns investimentos,

Valor das tarifas

Conforme mencionamos, o fato dos bancos digitais não terem uma estrutura física e, consequentemente, menos custos, acabam também tendo menores tarifas ou até a isenção delas.

Assim, mesmo possuindo a mesma qualidade de serviços ou benefícios que o banco tradicional, as taxas são bem menores, o que pode fazer diferença no bolso do cliente.

Muitos bancos digitais também não cobram na hora de fazer uma transferência bancária. Tudo bem que agora existe o PIX, que também não realiza essa cobrança, mas quando a pessoa que vai receber o dinheiro não tem uma chave PIX, você ainda conta com a transferência gratuita no banco digital.

É importante salientar que, por mais que o banco digital não tenha tarifas de manutenção, eles têm sim taxas que precisam ser pagas na hora de sacar dinheiro, por exemplo. E elas costumam ser maiores do que as dos bancos tradicionais.

Banco tradicional x banco digital: qual o melhor?

Na verdade, por mais que atualmente os bancos digitais possuam mais vantagens para o cliente que os bancos tradicionais, há quem prefira ainda o atendimento presencial nas agências.

Afinal, o melhor banco é aquele que atende às necessidades do cliente, sejam elas quais forem.

Um exemplo disso, são as tarifas de saques. Então, para pessoas que utilizam muito dinheiro de papel, talvez o banco tradicional ainda seja a melhor opção. Já quem não faz questão do contato humano e gosta de resolver tudo online, o banco digital é o que tem maiores vantagens.

Leia também: Bancos online no Brasil, confira quais são os principais e os seus benefícios e facilidades

Quer mais dicas do mundo financeiro? Continue acompanhando o nosso blog!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *