É possível salvar uma empresa endividada? Entenda aqui.

Fabiana Veloso Vizoni

| 3 minutos para ler

empresa endividada

Continua depois da publicidade

Em tempos de pandemia essa foi uma situação muito comum, no Brasil e no mundo: empresa endividada. Isso quando foi possível salvá-la, já que muitas, infelizmente, acabaram fechando. 😕

Agora, se a sua empresa continua de pé mas está com dificuldades, estamos aqui pra te ajudar! 😇 Então, se você precisa de ajuda para quitar as dívidas da sua empresa, acompanhe!

Leia também: Empresa de recuperação de dívida, vale a pena contratar?

Como saber se uma empresa está endividada?

O primeiro passo para tentar resolver as dívidas da sua empresa é saber: o que ela recebe está sendo suficiente para pagar as contas? Existem contas em aberto? Há quanto tempo elas estão atrasadas?

Ter essas informações é fundamental para saber em que situação a empresa se encontra, bem como todos os juros envolvidos, encargos e multas envolvidas.

Para isso, você precisa fazer um levantamento de todas essas informações e estabelecer quais são as prioridades de pagamento, como as dívidas que possuem maiores taxas de juros, por exemplo.

Além disso, também é necessário saber o que fez com que a empresa chegasse nessa situação. Afinal, provavelmente não foi de um mês para o outro que isso aconteceu. Com certeza existem fatores internos ou externos que estão causando aos poucos o endividamento da empresa.

Para que a situação não piore, você precisa trabalhar no que está acontecendo dentro da empresa.

Principais motivos que causam endividamento

  • A empresa não sabe lidar com a concorrência;
  • Há desorganização das finanças da empresa;
  • Há excesso de retirada de dinheiro dos sócios;
  • Os produtos e serviços da empresa estão desatualizados.

É possível salvar uma empresa endividada?

A resposta é: pode ser que sim!

Na verdade, tudo depende de como está a situação da sua empresa. Por isso, separamos algumas dicas que podem te ajudar na hora de resolver as pendências.

Invista em gestão

Talvez essa não seja uma dica de como tirar sua empresa das dívidas no curto prazo. Mas, mesmo que o dinheiro seja um problema, qualificar a gestão da empresa é um investimento para o longo prazo.

Isso porque, provavelmente, um dos principais problemas da sua empresa é a gestão e, por conta disso, acabou endividada.

Esse é o primeiro passo para organizar as finanças da empresa e, assim, conseguir colocá-la nos eixos. Monitorar indicadores financeiros, projetar metas e planejar são ações que precisam fazer parte do seu dia a dia.

Inclusive, um bom planejamento pode prever e até evitar situações como as de endividamento. Fazer um controle rigoroso do fluxo de caixa, todas as entradas e saídas, as contas a pagar e receber são etapas importantes do planejamento financeiro.

Linhas de crédito

Uma boa linha de crédito é sempre uma opção que pode ajudar a salvar uma empresa endividada. Você pode pegar dinheiro emprestado com juros menores do que os das contas que a empresa deve.

Inclusive, aqui no Bom Pra Crédito você encontra diversas opções que vão te ajudar a pagar contas atrasadas, com taxas de juros que cabem no seu bolso.

São mais de 30 financeiras parceiras que oferecem empréstimos online de maneira rápida, basta fazer uma simulação e decidir qual o crédito que atende às necessidades da sua empresa.

Nunca misture as contas da empresa com as contas pessoais

Erro muito comum nas pequenas empresas e empresas familiares, misturar as contas pessoais com as da empresa é um erro grave e que gera muitas consequências.

Por mais que pareça cômodo e inofensivo, no fundo, quando você paga suas contas pessoais com o dinheiro da empresa, você está “roubando” dela. O correto é que você tenha uma retirada fixa para pagar suas contas, o chamado pró-labore.

Além disso, essa desorganização faz com que você não saiba nem quanto a empresa ganha, nem quanto gasta, o que favorece o endividamento. Fora o fato de você ocupar seu fluxo de caixa para despesas que não são da empresa.

Renegocie suas dívidas

Você pode procurar seus credores e tentar renegociar suas dívidas com eles. Pode ser que você consiga reduzir os juros e multas das contas em atraso, conseguir um prazo maior ou até um desconto na hora de quitá-las.

Assim, você consegue ajustar suas dívidas de uma maneira adequada à sua atual realidade financeira, dando um passo para sair do endividamento.

Inclusive, é do interesse das instituições financeiras que essas dívidas sejam negociadas já que elas também se prejudicam com a falta de pagamento.

Defina quais são as dívidas prioritárias e comece por elas. Sendo assim, aquelas que têm os maiores juros são as que devem ser quitadas primeiro.

Reduza os custos

Faça uma avaliação de todos os custos da empresa, verifique quais são indispensáveis e avalie quais podem ser reduzidos. Afinal, muitos custos podem somente ser mal gerenciados.

Gastos com materiais, aluguel e até com pessoal podem ser repensados e, muitas vezes, reduzidos.

No entanto, reduzir custos não significa reduzir a qualidade dos serviços ou produtos, afinal, isso pode acabar piorando a situação da empresa ao invés de melhorá-la.

Leia também: Empréstimo para pagar dívidas: o que você deve fazer

Saiba que você sempre pode contar com o Bom Pra Crédito para empréstimos pessoais de maneira rápida e sem burocracia. Assim, você pode ter recursos na hora de quitar as dívidas da sua empresa. Faça já uma simulação e confira!

E se você quiser mais dicas como essas, continue aqui no blog!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *