Microcrédito: como funciona e quanto custa?

Larissa Carvalho

| 2 minutos para ler

Continua depois da publicidade

Pensado em pessoas físicas e microempreendedores que buscam iniciar seu negócio ou expandir uma empresa já existente, o microcrédito oferece taxas de juros menores e menos burocracia na hora da contratação.

Cada vez mais pessoas buscam soluções e capital para pequenas e micro empresas. Sendo assim, essa modalidade de crédito surgiu para colaborar no crescimento do negócio e aumento da produtividade.

Reunimos uma série de informações relevantes para quem quer saber mais sobre o microcrédito!

Leia também: Saiba tudo sobre empréstimos para Micro e Pequenas Empresas

O que é microcrédito?

É uma modalidade de crédito de baixo valor concedido a pequenos empreendedores informais e microempresas. 

O microcrédito tem como foco o desenvolvimento social, além de apoiar o crescimento e o fortalecimento de pequenos empreendedores.

Com a intenção de servir de incentivo para microempreendedores, essa linha de crédito colabora na produção de capital de giro e investimento. 

Além disso, surgiu para democratizar o acesso ao crédito e possibilitar aos empreendedores de baixa renda o aumento da produtividade dos seus pequenos negócios.

Características do microcrédito:

  • Empréstimos de valores baixos, até R$ 20.000,00;
  • Prazo para pagamentos mais curtos, podendo variar em formatos semanais, quinzenais ou em último caso mensais;
  • Possibilidade de renovação de empréstimos em caso de pagamento em dia;
  • Empréstimos crescentes, ou seja, com aumento do valor de acordo com a capacidade de pagamento do empreendedor e do limite de cada instituição.

Quem pode solicitar o microcrédito?

O crédito é destinado aos autônomos, microempreendedores individuais (MEIs), pessoas jurídicas e pessoas físicas empreendedoras de atividades de pequeno porte. 

Neste caso, a receita bruta deve ser igual ou inferior a R$ 360 mil por ano.

Como funciona a contratação do microcrédito?

Como pequenas empresas não têm como oferecer garantias, encontram dificuldade de liberação de crédito. Sendo assim, o modelo de contratação e pagamento do microcrédito é bem específico.

No caso de um empréstimo pessoal convencional, o cliente costuma ir até a instituição financeira. No caso do microcrédito, o agente de crédito da instituição vai até a empresa e se envolve em todo processo de liberação e recebimento do crédito.

Dependendo da instituição financeira é possível contato por WhatsApp ou contratação direto na agência bancária.

Vantagens do microcrédito

Com o objetivo de reduzir os custos de transação para o microempreendedor, o microcrédito oferece vantagens como:

  • Poucos procedimentos burocráticos;
  • Proximidade da instituição da residência ou local de trabalho do microempreendedor;
  • Entrega de crédito com prazo mais curto possível.

Quais as taxas do microcrédito?

As taxas de juros do microcrédito são regulamentadas por lei, e não podem ultrapassar o limite de 4% ao ano. 

Além disso, a taxa de abertura de crédito (TAC), não pode ser maior do que 3% do valor contratado.

Bancos que oferecem microcrédito

Como essa modalidade de crédito não é lucrativa para os bancos, além de não ser obrigatória, nem todas as instituições oferecem. O microempreendedor pode encontrar a modalidade nos principais bancos:

  • BNDES
  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica Federal
  • Itaú
  • Santander
  • Bradesco

Leia mais: Gestão financeira para pequenas empresas

Com essas informações, você poderá optar pelo microcrédito caso esteja pensando em abrir ou expandir seu próprio negócio! Continue acompanhando o nosso blog para se manter bem informado.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *