O PIX é seguro? Descubra agora

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

fundo azul com celular, calculadora, caneta e cartão

Continua depois da publicidade

O sistema de pagamentos instantâneo chegou para ficar e vamos dizer tudo que você precisa saber para fazer um uso seguro dele

Desde 2020, o Banco Central adotou o sistema de pagamento instantâneo, o PIX, como alternativa para realizar transações bancárias. Como foi implantado recentemente, é natural que os usuários ainda tenham algumas dúvidas em relação a ele.

Desenvolvido para ser rápido e prático e substituir alguns métodos já conhecidos, como TED e DOC, a maior questão talvez ainda seja: Mas, afinal, o PIX é seguro? Veja agora como ele funciona e quais as suas vantagens.

Imagem aproximada de pessoa mexendo no celular

Veja também: Como usar o PIX em todos os bancos

O que é PIX

O PIX é um sistema desenvolvido pelo Banco Central para realizar pagamentos instantâneos. Isso quer dizer que, com ele, é possível transferir dinheiro e fazer pagamentos de forma segura e com mais rapidez que antes. 

Além de poder ser feito em qualquer dia e horário, incluindo feriados, garante que os valores sejam recebidos em poucos segundos. Além disso, é gratuito para uso de pessoa física e tem baixos custos em outros casos. Também não há valor mínimo para essas transações.

Por ser usado de forma ampla, o PIX atende às necessidades, tanto de pessoas físicas quanto jurídicas, isso significa que ele pode ser usado por todos os brasileiros. Para isso, é só ter uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga.

Como funciona o PIX

Através do aplicativo ou do internet banking, você pode encontrar a opção para cadastrar o PIX e começar a receber ou enviar dinheiro de forma prática.

As movimentações podem ser feitas entre qualquer uma das instituições que já aderiram, e é uma alternativa a transferências, pagamentos de boletos e até ao uso de cartão de débito. Assim, você pode trocar quase todas as funções disponíveis por uma única ferramenta.

Tudo é feito de forma simples e, mesmo quem não tem muita familiaridade com transações digitais, vai poder usar. Basta cadastrar uma chave para compartilhar com quem vai fazer o pagamento.

Qual chave Pix é seguro

Falamos que para usar o PIX é preciso gerar uma chave, que pode ser o número de telefone, o CPF ou CNPJ, o e-mail ou uma chave aleatória de letras e números. Com uma dessas informações, o dinheiro é direcionado para a sua conta.

O cadastro da chave é de escolha do cliente, que pode optar por qualquer uma das opções e trocar a qualquer momento. Também é possível ter mais do que uma chave cadastrada ao mesmo tempo.

O Banco Central diz que utilizar qualquer uma dessas chaves no PIX é seguro, mas se você não quiser informar os seus dados pessoais a quem fizer essa movimentação, pode optar por gerar uma senha aleatória para cada transação. 

O PIX é seguro?

Se até aqui você ainda tinha dúvidas se o PIX é bom ou ruim, saiba que ele tem muitas vantagens e a segurança é uma delas. O sistema foi criado para garantir facilidade no uso e confiança aos clientes.

Da mesma forma que TEDs, DOCs e outras transações já conhecidas, suas informações são protegidas por criptografia para evitar fraudes. Já os dados de cadastro não podem ser compartilhados pelas instituições, como garante a Lei Geral de Proteção de Dados.

Como a chave PIX é informada pelo cliente para quem faz o pagamento, isso garante controle de quem recebe esses dados. E por ser vinculada a uma conta específica, essa chave impede que o dinheiro seja enviado para um destinatário incorreto.

mesa com computador, bloco de notas, uma planta e um celular

Saiba mais: PIX: os pagamentos instantâneos vão começar. Veja o que muda

Cuidados de segurança que devem ser tomados

Os cuidados a serem tomados continuam os mesmos ao lidar com transações bancárias. É aconselhado que você só realize esse tipo de procedimento se tiver confiança no ambiente utilizado. Se houver qualquer dúvida quanto a isso, não repasse suas informações.

Outros cuidados incluem não clicar em links desconhecidos, não fornecer dados pessoais ou códigos por mensagem ou e-mail a remetentes estranhos. É importante sempre conferir as informações e se certificar que você está usando todas elas corretamente.

Agora que você já sabe mais sobre a segurança do PIX, poderá utilizar esse recurso que veio para agilizar a vida dos brasileiros. Acesse nosso blog para ficar sempre por dentro das novidades.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *