Dívida de cartão de crédito: como sair dela? Saiba aqui

Fabiana Veloso Vizoni

| 4 minutos para ler

divida de cartao de credito

Continua depois da publicidade

Você bem que tentou pagar as faturas em dia mas a tão temida dívida de cartão de crédito chegou. A ideia de fazer o pagamento mínimo por apenas um mês, se estendeu por dois e de repente virou uma bola de neve. E agora?

Antes que você pense que não existe mais solução, mantenha a calma! Vamos te dar algumas dicas para você sair da dívida de cartão de crédito e, de preferência, não entrar novamente! Acompanhe!

Leia também: O que acontece se parcelar a fatura do cartão, veja o que fazer

Dívida de cartão de crédito: como ela acontece?

Hoje em dia, com a facilidade para fazer cartão de crédito, a maioria das pessoas consegue ter no bolso uma fonte “inesgotável” de dinheiro. Se o cartão tem um limite alto então, a situação só piora…

Essa praticidade acaba sendo muita tentadora na hora de fazer compras por impulso e, se você não possui uma organização financeira, as dívidas acabam sendo inevitáveis. Isso é reflexo da falta de educação financeira que nós brasileiros temos muito pouca.

Principalmente porque os cartões possuem diversas “comodidades”, como pagar o valor mínimo da fatura, por exemplo. Porém, o valor da multa e dos juros que incidem sobre o restante que não foi pago pode rapidamente aumentar o valor da dívida e ficar fora de controle.

Os juros do cartão são chamados rotativos e podem chegar a mais de 300% ao ano, o que faz com que a grande maioria das pessoas endividadas tenham como principal responsável o cartão de crédito.

Como sair da dívida de cartão de crédito?

Então se tudo isso que citamos faz parte da sua realidade, calma! Pode parecer que a situação não tem volta, mas sempre existem maneiras de resolver.

Por isso, separamos algumas dicas que podem te ajudar a ver uma luz no fim do túnel e, o mais importante, evitar que você entre nessa roubada novamente! 😉

Acompanhe nossas dicas de como quitar dívida de cartão de crédito:

Saiba quanto você deve

Pode parecer bobagem para algumas pessoas, mas pode ter certeza que algum leitor aqui se identifica: a dívida é tanta que a gente prefere nem saber de quanto é, certo? Pois vamos te contar um segredinho: não adianta nada não saber! 😭 Afinal, a dívida vai continuar lá, bonitinha, mesmo que você finja que ela não existe.

Por conta disso, um passo importante para tentar sair da dívida de cartão de crédito, é saber exatamente de quanto ela é.

E essa dica não é só para o cartão não, ok? Tenha consciência sempre de tudo o que você recebe e o que você paga!

Tente negociar a dívida de cartão de crédito

Sabendo quanto você deve, você pode fazer uma tentativa de negociação com a própria operadora do cartão.

Mas fique atento: esse primeiro contato pode não ser aquilo que você esperava. Afinal, eles querem que você pague todos esses juros e multas acumulados! Então, já tenha em mente quanto seria um valor que você pode pagar, ou que pelo menos, as condições de pagamento sejam favoráveis a você.

Sendo assim, você pode fazer uma contraproposta para a operadora e torcer para que eles aceitem! 🤞

Mas seguem algumas dicas para não se dar mal na hora de como negociar dívida de cartão de crédito: primeiramente, saiba exatamente tudo o que compõe a sua dívida. É o chamado Custo Efetivo Total, o CET. Assim você pode ficar a par de quanto você realmente gastou e quanto são apenas encargos e juros.

Outra dica é optar sempre pelo pagamento em parcelas fixas! Parcelas que aumentam só vão fazer sua situação ficar ainda pior.

Opte por outras formas de pagamento da dívida

Ok, você tentou negociar sua dívida e a operadora não aceitou sua contraproposta. Calma que ainda não acabou!

Nós já falamos várias vezes aqui no blog sobre a chamada portabilidade. Na prática, você troca uma dívida pela outra com melhores condições e juros mais baixos, por exemplo.

Ou ainda, você pode solicitar um empréstimo, quitar a dívida de cartão de crédito com desconto e pagar em parcelas mais adequadas à sua realidade.

Aqui no Bom Pra Crédito, contamos com mais de 30 parceiros que podem te oferecer empréstimo pessoal, com ou sem garantia, para você pagar sua dívida e ficar mais tranquilo!

Faça uma simulação de crédito e confira todas as opções que temos para te ajudar! 🥰

Como evitar dívida de cartão de crédito

Agora que você conseguiu pagar sua dívida e está tudo tranquilo, falta ainda mais um passo: mudar seus hábitos para que isso não aconteça novamente! Afinal, não são poucas as pessoas que pagam sua dívida e depois acabam fazendo outra em pouco tempo.

Por isso, separamos algumas atitudes que você deve tomar para evitar que a famosa bola de neve entre novamente na sua vida!

Pague sempre o valor total da fatura

A gente imagina que a essa altura você já saiba da importância de pagar o valor total da fatura, já que pagar um valor menor acarreta em juros exorbitantes. Então, queremos reforçar essa ideia: pagar o valor mínimo pode ser muito perigoso e nada vantajoso para você!

Para que você tenha condições de pagar sempre o valor total da fatura, é fundamental manter os gastos dentro da sua capacidade de pagamento. Organize-se para utilizar o cartão como um aliado na hora de fazer as compras!

Pague a fatura sempre em dia

Assim como pagar o valor total, pagar em dia também é fundamental. Afinal, a multa de pagamento atrasado pode ser tão pesada quanto os juros do pagamento mínimo.

Anote na sua agenda os prazos de pagamento das suas contas para não perdê-los! Assim, você evita dar dinheiro para as operadoras do cartão simplesmente pela sua falta de atenção. Valorize seu dinheirinho! 🤑

Reduza os gastos com o cartão de crédito

Ter uma noção real de para onde vai o seu dinheiro pode te ajudar muito a evitar dívidas no cartão. Isso porque, somente tendo esse conhecimento você vai poder saber onde precisa reduzir para evitar gastar demais.

Principalmente aqueles gastos mensais do cartão de crédito como as assinaturas de streaming, por exemplo. Como elas vêm todo mês, você acaba não percebendo tudo que está pagando.

Avalie a necessidade de seus gastos e tente reduzi-los o quanto for possível. Inclusive, tome cuidado com os pequenos, pois somados, eles podem criar um montante muito alto!

Não tenha um limite alto no cartão

Como falamos lá no início, o cartão de crédito pode ser uma fonte inesgotável de dinheiro. Afinal, a operadora quer mais que você gaste, então acaba aumentando seu limite, muitas vezes sem a sua autorização.

E ter um limite alto pode ser tentador! Principalmente quando temos tantas ofertas de coisas legais para comprar.

Para evitar que você gaste mais do que pode pagar, mantenha seu limite mais baixo. Inclusive, muitos dos cartões dos bancos digitais hoje em dia têm disponível um controle de limite no próprio aplicativo.

Leia também: Controle do cartão de crédito, 09 dicas para não estourar todo mês

Gostou das nossas dicas? Se quiser ficar por dentro do mundo das finanças, é só ficar aqui no nosso blog!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *