Emprestar o nome para alguém, veja os riscos que você corre

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

duas amigas discutindo por uma não pagar a dívida que fez com a outra

Continua depois da publicidade

dia-dos-namorados

Antes de decidir sobre emprestar seu nome, entenda o motivo do pedido e os riscos que você pode correr se a pessoa não pagar a dívida

Você aceitaria emprestar o nome para alguém que está passando por dificuldades financeiras para essa pessoa realizar compras? Qual o limite que deve ser estabelecido para ajudar um amigo ou parente próximo?

Esta é uma situação delicada e que exige cuidado, principalmente para não abalar a amizade e boa relação. Imagina se o seu amigo atrasa o pagamento da dívida? Fora o transtorno em suas finanças, que também pode ser grande.

Em outubro de 2019, estudo divulgado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), mostrou que 36% dos consumidores brasileiros fizeram compras utilizando o nome de terceiros nos 12 meses anteriores.

A pesquisa apontou que esse hábito é ainda maior entre as pessoas de renda mais baixa (38%) e entre os jovens (46%).

+Veja Agora: Como transferir financiamento

duas amigas discutindo por uma não pagar a dívida que fez com a outra

Antes de decidir sobre emprestar o nome para alguém, verifique se o pedido foi feito para auxiliar em uma emergência ou se isso já ocorreu outras vezes. 

O amigo ou parente costuma ser um bom pagador? Você o conhece bem? O valor fará diferença em seu orçamento a ponto de influenciar o relacionamento de vocês, caso ele tenha problemas em cumprir os pagamentos no prazo?

Emprestar o nome para terceiros pode até ser um ato solidário, mas a orientação dos especialistas é que isso não seja feito. Se a pessoa não conseguir realizar os pagamentos, você terá que fazer. Afinal, a responsabilidade é de quem está com o nome no contrato.

Tenha muito cuidado, porque em alguns casos essa prática pode ser ilegal ilegal. É preciso se informar para não se envolver em nenhuma situação arriscada.

O que significa emprestar o nome?

Emprestar o nome para alguém significa que a pessoa para quem você emprestou o nome irá utilizá-lo para realizar alguma compra ou pedido de empréstimo.

De acordo com a pesquisa da CNDL/SPC Brasil, o cartão de crédito é o meio de pagamento mais solicitado (74%) por quem pede o nome emprestado para fazer compras. Na sequência, aparecem o crediário (13%), o financiamento (10%) e o empréstimo bancário (9%).

Geralmente, as pessoas que costumam pedir para emprestar nome são de núcleos próximos, como familiares e amigos. 

Especialistas em finanças recomendam que o consumidor que empresta seu nome pense nas possíveis consequências do ato, já que a responsabilidade legal sobre a dívida é de quem emprestou. 

+Leia também: Medo de fazer empréstimo? Veja como ele pode melhorar a sua vida

Motivos que fazem uma pessoa pedir o nome emprestado

O estudo feito pela CNDL e SPC Brasil mostrou que pessoas com dificuldades de acesso ao crédito ou enfrentando imprevistos, são as que acabam pedindo o nome de terceiros emprestado.

De acordo com a pesquisa, as pessoas mais procuradas para emprestar o nome para alguém são os pais (28%), os cônjuges (21%), amigos (17%) e irmãos (16%). A resposta positiva veio para a maioria dos entrevistados, 77% dos deles sempre conseguiram o nome emprestado.

Conheça alguns perfis de risco antes de emprestar o nome para alguém

Apesar da maioria dos entrevistados da pesquisa (90%) dizerem que pagaram ou estão pagando as prestações das compras feitas em nome de outra pessoa em dia, 12% reconhecem ter alguma parcela em atraso. 

Seu amigo pediu para você emprestar o nome para financiar veículo? Confira se ele não se encaixa em algum dos perfis de risco abaixo, antes de decidir sobre ceder ou não seu nome.

  • Negligentes: é aquele perfil comum das pessoas que esquecem de pagar suas contas, porque costumam ter a vida financeira desorganizada.
  • Mau pagador: sabe que deve e já se acostumou a conviver com as dívidas. Portanto, vai se esquivar do pagamento de todas as maneiras. 

Ainda, existe a pessoa que é conhecida como caloteira, ou seja, aquela que pratica atos ilícitos para conseguir realizar uma transação. Fique atento para o perfil abaixo:

  • Má-fé: planeja golpes, usando documentos de outras pessoas para realizar compras e depois não paga. Esse perfil é perigoso e chega até a usar cheques e cartões roubados. 
discussão entre duas amigas por dinheiro emprestado

O que pode acontecer se a pessoa que pediu o nome emprestado não pagar a dívida?

Além do danos emocionais ao prejudicar a relação com seu parente ou amigo, saiba quais os riscos que você corre se a pessoa que pediu o nome emprestado não pagar a dívida: 

  • Ficar com o nome sujo e ter a negativa quando precisar de crédito para comprar uma casa, carro, abrir um negócio ou solicitar um cartão. 
  • Dificuldades em cobrar a quitação do débito por se tratar de pessoas próximas. 
  • Não ter garantias para o pagamento da dívida, já que os acordos são feitos em conversas informais.
  • Assumir a dívida no caso da pessoa que emprestou o nome não realizar o pagamento.
  • Responder por falsidade ideológica, quando você empresta o nome para abertura de um negócio. Como seu nome consta nos documentos, você tem obrigações perante o estabelecimento.

+ Leia Agora: 11 erros financeiros que você deve evitar

Portanto, informe-se sobre os motivos que levaram a pessoa a pedir o nome emprestado. Entenda se ela tem condições de arcar com os pagamentos para não correr o risco de abalar a amizade, além de ter que assumir a dívida para não ficar com seu nome sujo.

Dados da pesquisa mostram que em 51% dos casos a falta de pagamento do dinheiro emprestado fez com que a relação ficasse estremecida. 

Ainda, se tiver que negar o pedido, não fique constrangido. Sabia que 49% dos beneficiados pela pela ajuda de outra pessoa, não emprestariam o seu próprio nome, caso alguém fizesse o mesmo pedido?

Recomende para seu parente ou amigo as opções de empréstimos online do Bom Pra Crédito, que são ótimas alternativas para quem precisa de parcelas que cabem no bolso.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *