Política de crédito: o que é e como interfere em nossa vida

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

mão segurando um saco de pano com um cifrão desenhado próxima a uma casa branca em miniatura

Continua depois da publicidade

Ela pode erguer o seu negócio, já que ajuda nas vendas e ainda reduzem os índices de inadimplência

A política de crédito de uma empresa define as regras para o cadastro de clientes e concessão de crédito. O objetivo é ajudar no processo de venda, melhorar o fluxo de caixa e minimizar os riscos.

Os procedimentos podem ser revistos conforme a necessidade da empresa e as variações do mercado, mas sempre procurando evitar a inadimplência. Veja tudo sobre esse assunto a seguir!

O que é política de crédito

De forma resumida, política de crédito são normas de uma instituição para dar ou negar crédito para os clientes. 

Como cada empresa é diferente uma da outra, os gestores devem definir essas diretrizes. Isso, levando em consideração o tamanho do negócio e analisando outros fatores, como volume de vendas, por exemplo.

pessoa sentada a um sofá com laptop no colo segurando um cartão

Aprenda mais: Como conseguir crédito, 09 dicas para você não ficar sem dinheiro

Impacto da Política de Crédito na sua empresa

As políticas de crédito bem estruturadas são garantias de redução dos índices de inadimplência. Há, também, uma diminuição de custos operacionais e maior segurança em suas análises.

Antes de seguirmos caminho, é importante entendermos os parâmetros da empresa que podem ser afetados por essa política. Veja a seguir quais são:

  • Volume de vendas;
  • Necessidade de capital de giro;
  • Disponibilidade do caixa.
  • Como elaborar políticas de crédito

A elaboração dessas normas envolve o estudo de quatro elementos principais. São eles:

  • Padrões de crédito: São as condições básicas para que o crédito seja dado. Geralmente, é agrupado alguns clientes, de acordo com o risco oferecido, e é calculado um custo de perda relacionado a cada grupo.
  • Prazo de Crédito: Diz respeito ao período em que a empresa vai financiar o cliente. Normalmente, esse prazo varia de acordo com a política adotada pela concorrência, os riscos do mercado, a natureza do produto, entre outros fatores.
  • Concessão de Desconto: Refere-se à diminuição no preço de venda. O desconto também é considerado um instrumento de políticas de crédito, já que isso influencia diretamente nas vendas.
  • Política de Cobrança: São os métodos usados pela empresa para receber o crédito na data do vencimento. Você deve saber exatamente como cobrar um cliente com empatia para resolver os problemas.

Por que adotar Políticas de Crédito

Pensando em aperfeiçoar resultados, as empresas devem ter políticas de créditos eficazes e integradas às demais políticas da instituição. Isso porque todas as ações da empresa devem caminhar para realizar o mesmo objetivo.

Uma política muito importante é a de cobrança. Ela e as políticas de créditos devem caminhar sempre juntas.

Como em todos os procedimentos e políticas das empresas, é necessário identificar os objetivos do que foi criado e definido.

O que deve estar presente na Política de Crédito

Já falamos o que é e qual a importância das políticas de créditos, então agora vamos dizer quais informações precisam ser definidas. Veja a seguir quais são elas:

Dados cadastrais

É importante registrar e listar todos os documentos obrigatórios, ou seja, os que devem ser apresentados sem exceção. Eles podem variar de acordo com o segmento do negócio ou se é cliente pessoa física ou jurídica.

Definir Acordo de Nível de Serviço (SLA)

O SLA é o prazo para liberação do crédito. Este critério atende etapas como a liberação do cadastro do cliente, a análise do pedido pela área de crédito, a reativação de cliente antigo pela área de cadastro, entre outros.

Definir as condições de venda

Nesta etapa será preciso definir as regras para vendas a vista e a prazo. Ou seja, quais serão os descontos para quem paga à vista, quantos % o valor aumenta na modalidade crédito, entre outras. 

Definir as regras de liberação

Aqui, será preciso definir quais são os critérios para liberação. A empresa deve avaliar qual é a melhor forma para ela fazer esse processo e o que é exigido para que ele aconteça. 

Criar grupos de grau de risco

Nessa parte, você cria grupos para classificar os clientes de acordo com o grau de risco do pedido. Então, quando você tem chance de perder algo ou de não ganhar nada pela negociação, esse cliente deve estar em um grupo “perigoso”.

casal de idosos conversando com mulher

Leia também: Como obter crédito para abrir um negócio: saiba tudo aqui

Tipos de políticas de crédito

Existem cinco tipos de políticas de crédito. Quando usadas estrategicamente, a aplicação desses modelos se torna um diferencial para a empresa. Veja a seguir as opções:

Crédito liberal e cobranças rigorosas

O acesso ao crédito é facilitado ao cliente, mas as cobranças são mais rígidas. Ele permite o acesso a um número maior de contemplados, mas, autoriza uma medida mais severa em casos de problemas no pagamento.

Crédito rigoroso e cobranças liberais

É usada quando há maior rigidez na liberação do crédito. O objetivo é dar um controle menor para as cobranças. Nesse caso, o cliente só recebe o crédito caso consiga comprovar que não terá problemas para pagar.

Crédito rigoroso e cobranças rigorosas

Os critérios são rígidos tanto na aprovação de crédito quanto no acompanhamento da cobrança. Costuma ser aplicado em empresas com imagem forte no mercado e maior oferta de vantagens. 

Crédito liberal e cobranças liberais

Esse modelo funciona bem para companhias que precisam aumentar a sua base de clientes. Ela também é usada quando as possibilidades de inadimplência não oferecem tanto risco para o crescimento do negócio.

Crédito moderado e cobranças moderadas

Esse é um tipo mais equilibrado para as empresas. Assim, atende bem as companhias que não recebem muitos pedidos de crédito ou que têm menos clientes, reduzindo os índices de inadimplência.

Agora que você já sabe o que é política de crédito, procure inseri-la no seu negócio. Avalie todas as necessidades da empresa e adeque-as à política. Beneficie-se das nossas dicas para diminuir a inadimplência do seu negócio!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *