Afinal, vale a pena financiar imóvel? Entenda.

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

vale a pena financiar imovel

Continua depois da publicidade

Quem tem o sonho da casa própria já se fez essa pergunta inúmeras vezes: afinal, vale a pena financiar um imóvel? Pois a gente também já ouviu esse questionamento!

Afinal, ter um imóvel significa, para muitas pessoas, um sonho conquistado, uma segurança, um patrimônio para deixar para os filhos. E como fazer para adquirir esse bem? Existem outras alternativas que não o financiamento?

É sobre isso que vamos falar. Se você também está aí sonhando com a sua casinha, vem com a gente pra entender tudo sobre como o financiamento funciona e se ele vale a pena!

Leia também: Como financiar um imóvel, tudo o que você deve saber

O que significa financiar imóvel?

Financiar um imóvel é, de certa maneira, a mesma coisa que pegar um empréstimo para pagar sua casa, apartamento, loja comercial, entre outros. No entanto, a principal diferença é que, quando você pega esse dinheiro emprestado, você só pode utilizá-lo para o pagamento do bem.

Assim, você pega o dinheiro emprestado com a instituição financeira a quantia que quer financiar, e depois paga as parcelas, acrescidas de juros e taxas. Normalmente essa dívida dura até 30 anos, o que acaba gerando dúvidas na hora de optar pelo financiamento.

São muitos os bancos que oferecem financiamento de imóveis, com as mais diversas condições de pagamento, bem como taxas e duração das parcelas.

Normalmente, são exigidos alguns documentos pessoais, comprovantes de estado civil e renda. Esse último vai comprovar a capacidade de pagamento das prestações, que não devem ser maiores que 30% da renda bruta da família.

Além disso, também são solicitadas a Certidão Conjunta Negativa de Débitos relativos a Tributos Federais ou a Certidão Conjunta Positiva com Efeito de Negativa e a Certidão de Dívida Ativa da União. Esses documentos comprovam que você não possui dívidas com o governo.

Tipos de financiamento de imóvel

O Banco Central indica dois tipos de financiamento.

O primeiro é o SFH ou Sistema Financeiro de Habitação. Ele financia imóveis de até R$ 1,5 milhão com juros de, no máximo, 12% ao ano. Nesse tipo de financiamento, você pode utilizar o FGTS nos programas de habitação popular, se sua renda não for maior que R$ 7 mil por mês.

Já o outro tipo é o SFI ou Sistema de Financiamento Imobiliário. Nele não existem critérios, ou seja, há livre negociação entre banco e cliente, tanto do valor do imóvel quanto das taxas e prazo de pagamento.

Quando vale a pena financiar imóvel?

Como mencionamos, o financiamento de imóvel é um compromisso que pode durar uma vida inteira. Isso faz com que as pessoas repensem se ele vale ou não a pena já que muita coisa pode acontecer em 20 ou 30 anos.

Por conta disso, existem alguns pontos que são necessários considerar quando se trata de financiar imóvel, tais como:

  • A previsão de valorização do imóvel: se hoje o valor está baixo e a perspectiva é de valorização, o financiamento torna-se um investimento;
  • Localização do imóvel: se fica em local valorizado ou não;
  • Quais os juros do financiamento: se forem boas condições, o financiamento torna-se viável;
  • Qual o prazo de pagamento: os juros do financiamento normalmente são do tipo compostos, ou seja, quanto mais parcelas, mais juros você paga;
  • Quanto de dinheiro você possui para dar entrada: afinal, quanto maior a entrada, menos você precisa financiar;
  • Tipo do imóvel: se é residencial, comercial, casa, apartamento, etc;
  • Utilização de benefícios do governo: se você tem direito a programas de isenções do governo com juros menores, pode impactar bastante no valor do seu financiamento;
  • Você possui estabilidade financeira: você precisa ter um bom controle do seu planejamento financeiro para prever esta estabilidade.

Quando não vale a pena financiar imóvel?

Assim como existem imóveis que valem a pena financiar, outros não valem pelos seguintes motivos:

  • Juros e Custo Efetivo Total do financiamento muito alto: inclusive esse é o principal fator que você deve observar na hora de optar por um financiamento;
  • Não há perspectiva de valorização do imóvel: se o local do imóvel não for muito valorizado ou o imóvel não tiver muita manutenção, pode ser que o financiamento não valha a pena;
  • Valor da entrada muito baixo: se você tem um valor muito baixo para dar de entrada, o financiamento pode acabar ficando em um valor inviável;
  • Valor total do imóvel muito alto: mesmo motivo do valor de entrada pequeno.

Alternativas na hora de comprar um imóvel

Para comprar um imóvel sem financiamento você pode contar com algumas opções:

  • Consórcio: opção para quem não tem pressa em adquirir um imóvel. Com o consórcio você paga parcelas mensais e todos os meses concorre a uma carta de crédito por sorteio. Além disso, existe a opção de dar um lance, para quem possui esse recurso;
  • FGTS: se você já acumula o seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço há muito tempo, pode ser que já possua um valor razoável, pelo menos para dar uma entrada maior no seu imóvel. Esse valor pode ser associado tanto a um financiamento quanto a um consórcio;
  • Investimento: varia de acordo com o seu perfil de investidor e do tempo que você deseja deixar seu dinheiro investido. Existem aplicações de menor risco, como os investimentos em renda fixa ou fundos imobiliários. No entanto, essa é uma solução a muito longo prazo se você tem pouco dinheiro para investir.

Leia também: Comprar ou alugar imóvel: o que realmente vale a pena?

Se você precisa de um empréstimo pessoal, seja para dar entrada em um imóvel ou para outras despesas, saiba que no Bom Pra Crédito você encontra diversas opções de crédito pessoal com taxas e parcelas que cabem no seu bolso.

Faça já uma simulação e confira!

E fique aqui no blog para mais dicas como essa!

5 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Avatar

    Luiz Henrique

    Top o artigo, procure na internet encontrei aqui alguma das
    informações que procurava.
    Gostei obrigado!!!

    Responder

    • Avatar

      Bianca Lima

      Ficamos muito felizes que nosso conteúdo tenha agregado informação a você Luiz 😍

      Responder

  2. Avatar

    Sergio Seabra

    Top o artigo, pesquisando sobre esse assunto na internet
    encontrei aqui alguma das informações que procurava.
    Gostei obrigado!!!

    Responder

    • Avatar

      Bianca Lima

      Ficamos muito felizes que nosso conteúdo tenha agregado informação a você Sergio 😍

      Responder

  3. 7 motivos para pedir empréstimo pessoal. Conheça aqui! – Blog xMoney

    […] essas compras são de bens com maior valor agregado como um carro novo ou um imóvel. Isso porque existem no mercado diversas modalidades de empréstimo com juros atrativos e que valem […]

    Responder