Qual a diferença entre inadimplência e endividamento?

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

endividamento

Continua depois da publicidade

Nem sempre quem está endividado está inadimplente, sabia? Uma dúvida bem comum é a diferença entre inadimplência e endividamento. Em resumo, são conceitos diferentes, e cabem em situações diferentes.

É normal que ao falar de dívidas venha à cabeça uma situação de inadimplência, não é mesmo? 😏

Entender o significado dessas palavras pode ajudar a clarear a forma de lidar com as finanças e as dívidas!

Por isso, vamos explicar melhor os conceitos e dar dicas de como evitar algumas situações financeiras delicadas.

Leia mais: 4 dicas para quitar dívidas com juros altos pagando menos

Diferença entre inadimplência e endividamento

Apesar de ser bem comum causar confusão, cada termo refere-se a uma situação. Vamos aos detalhes de cada um.

Endividamento: o que é ter uma dívida?

Estar endividado significa que uma pessoa precisou de crédito, solicitou à alguém ou à alguma instituição financeira. Sendo assim, assumiu uma dívida que será paga em algum momento no futuro.

Ao se comprometer com uma despesa parcelada, o consumidor passa a ter uma dívida com a instituição que firmou compromisso. Ou seja, pode ser uma compra feita pelo cartão de crédito, o início de um financiamento de carro ou imóvel, e até um parcelamento de uma loja de roupas. 

Em resumo, o endividamento envolve despesas que têm data futura para pagamento e estão com vencimento em dia.

O endividamento, muitas vezes é visto de maneira negativa. Porém, ao planejar despesas e organizar entradas e saídas é possível ter uma situação financeira equilibrada, mesmo ao assumir dívidas.

Atrasei minha dívida, e agora? Estou inadimplente?

Se uma pessoa deixa passar a data do vencimento de uma despesa, ou seja, atrasa o pagamento de uma dívida, torna-se inadimplente. Ou seja, quando alguém descumpre um compromisso financeiro firmado. 

Quando o financiamento do veículo vence, e a pessoa não paga, passa a ser uma dívida atrasada, ou seja, uma inadimplência. 😓

Vale lembrar que a inadimplência não acontece apenas com bancos e instituições financeiras, mas qualquer empresa ou pessoa que tenha firmado compromisso. 

Em resumo, a diferença entre endividamento e inadimplência é que ao adquirir uma dívida você assume um pagamento futuro, já a inadimplência é o ato de atrasar o que é devido dentro do prazo acordado.

O endividamento não negativa o nome do consumidor em órgãos de proteção ao crédito. No entanto, ao tornar-se inadimplente por um período mais longo, a consequência é entrar ficar negativado para crédito. 

Ou seja, tem mais dificuldade para solicitar empréstimos, restrições para solicitar financiamento de imóveis e veículos, e até abrir uma conta e solicitar um cartão de crédito.

Como evitar o endividamento?

As compras por impulso e a falta de organização financeira são dois fatores de peso sob a influência do endividamento.

É importante ter uma visão clara de quais são as despesas fixas mensais. Dessa forma, é possível entender se o que entra todo mês cobre estes custos. 

As despesas variáveis dependerão do que restar ao efetuar o pagamento das despesas fixas. Ou seja, é preciso o mínimo de planejamento para que esse custo não ultrapasse esse valor.

Para ter esse controle, procure montar uma planilha de entradas e saídas financeiras. Ou ao menos procure anotar para ter maior controle diário.

Ao assumir algum compromisso financeiro, é importante apostar em um plano de moderação nos gastos.

Lembre que o cartão de crédito não é dinheiro na conta, e que é o mesmo que uma dívida. Por isso, pensar e planejar seu uso também é uma maneira eficaz para evitar o endividamento.

Como evitar a inadimplência?

O primeiro passo para evitar a inadimplência é planejar-se para quitar os débitos. Sendo assim, antes de solicitar uma linha de crédito, a pessoa deve organizar as despesas. 

Além disso, entender as possibilidades reais de pagamento minimizam possíveis atrasos. 

Inadimplência e endividamento são diferentes, mas se relacionam

A inadimplência acontece quando o endividamento excessivo acontece, e a pessoa perde o controle da situação financeira. 

Por isso, evitar entrar em dívidas que não cabem no bolso e planejar a vida financeira pode ajudar.

Apesar de existir uma grande diferença entre endividamento e inadimplência, são situações correlatas. Ou seja, ao atrasar uma dívida, a pessoa se torna inadimplente.  

Cuidar da saúde da vida financeira pode colaborar para que as dívidas não se tornem vilãs.

Leia também: Dívida de cartão de crédito: como sair dela? Saiba aqui

Gostou de saber sobre a diferença entre inadimplência e endividamento? Continue acompanhando o nosso blog para se manter bem informado.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *